Confira a situação do seguro-desemprego para microempreendedores

Entenda se o microempreendedor que também trabalha com carteira assinada poderá solicitar o seguro-desemprego quando demitido.

Em alguns casos, os trabalhadores formais decidem empreender para ganhar uma renda extra, e com isso acabam acumulando as duas funções. Mas, o que acontece caso ele seja demitido? Entenda se o microempreendedor individual (MEI) com carteira assinada poderá solicitar o seguro-desemprego em caso de demissão.

Leia também: Cancelamento do MEI: confira motivos que podem gerar o cancelamento do seu CNPJ

É possível receber o seguro-desemprego sendo MEI?

A norma regulamentadora permite que aqueles trabalhadores que possuam a carteira assinada sejam MEI. Porém, neste caso, o sistema entende que ele possui uma renda, portanto o benefício do seguro-desemprego é cortado se ocorrer a demissão.

Contudo, caso o MEI esteja inativo, o trabalhador terá a oportunidade de entrar com um recurso administrativo que comprove a situação.

Como apresentar recurso administrativo?

É possível efetuar a requisição através do portal Gov.br, na página https://www.gov.br/pt-br/servicos/cadastrar-recurso-relativo-ao-seguro-desemprego.

O aplicativo Sine-Fácil também permite que a solicitação seja feita. Confira o passo a passo:

  • Escolha “Seguro-Desemprego”;
  • Em seguida, a opção “Consultar Seguro-Desemprego”;
  • Acesse “Requerimento”;
  • Clique na função “Notificações” para verificar o motivo da não liberação de parcelas;
  • Na opção “Recurso”, acesse “Cadastrar Recurso”;
  • Preencha o campo “Justificativa” e clique em “Enviar”;
  • Em seguida, anexe arquivos com cópias de documentos que possam justificar a solicitação de recurso;
  • Confirme a solicitação do recurso seguindo as orientações do aplicativo.
você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More