Sebrae oferece cursos gratuitos por WhatsApp e Telegram

Serviço já formou mais de 60 mil brasileiros em apenas oito meses, durante 2021. Confira como fazer para participar de um dos 29 cursos.

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) oferece cursos gratuitos e online. Ao todo, 29 opções estão disponíveis e podem ser acessadas pelo WhatsApp (https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/cursosonline?filtro=whatsapp) ou pelo Telegram (https://t.me/sebrae_cursos_bot).

Leia mais: Banco libera 1.000 bolsas de estudo para curso de desenvolvedor de software

Todos os cursos oferecem certificado aos concluintes e garantem verificação de autenticidade. O certificado, aliás, é encaminhado ao aluno em até 1 hora pelo próprio app de acesso (WhatsApp ou Telegram).

O Sebrae já formou mais de 60 mil cidadãos através dos cursos para mensageiros. Esse número reflete apenas o período de janeiro até o mês de agosto deste ano (2021). O objetivo é dar subsídios para formação de empreendedores pelo Brasil inteiro.

Segundo informações do portal Canaltech, a nova opção de cursos por mensageiros é uma inovação. O objetivo, de acordo com o Sebrae, é atender quem não tem muito tempo e precisa de praticidade. 

Cursos contam com chatbots

O recurso se utiliza de Inteligência Artificial por meio de chatbots que interagem com os alunos. Além disso, os conteúdos trazem vídeos, áudios, imagens e textos de tamanho reduzido. Assim, é possível garantir uma experiência interativa e ensino de qualidade, apenas através do celular.

“Nossas pesquisas apontam que muitos querem se capacitar para alavancar os negócios, mas não têm tempo suficiente. Ao mesmo tempo, observamos o potencial que os aplicativos apresentam ao serem usados por muitos brasileiros”. É o que diz o gerente de soluções do Sebrae, Diego Demétrico, ao Canaltech.

Na visão dos alunos, que deixam seus comentários sobre a iniciativa, os cursos têm ótimo aproveitamento. O material é visto como dinâmico e apresenta linguagem simples, de fácil assimilação. 

A modalidade de ensino por aplicativos de mensagens é uma ideia que também traz acessibilidade. Afinal, o acesso à internet no Brasil é bastante restrito e muitos só a utilizam por meio do celular. 

A TIC Domicílios apontou que, em 2019, 58% da população acessava a internet exclusivamente pelo celular. O levantamento é de dois anos atrás, antes da atual crise sanitária. Ou seja, o número de pessoas conectadas por celular aumentou ainda mais.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More