Descubra o lado positivo e o negativo de correr sem tênis

Chamada de barefoot running, a nova prática incentiva a corrida sem um dos seus principais itens, o tênis.

O barefoot running é uma atividade física que tem chamado atenção de diversas pessoas ao redor do mundo. Essa prática nada mais é do que a corrida tradicional, contudo, sem os tênis. Por ser um exercício novo, algumas pessoas podem ficar com dúvidas sobre os impactos de correr descalço, e, pensando nisso, separamos esse artigo que vai elucidar esses pontos para você.

Leia mais: Detox de abacaxi: Descubra como ele age no seu corpo e como preparar

Entenda como funciona o barefoot running

Estudos recentes têm mostrado uma nova oportunidade para pessoas que apreciam as corridas descalças. Isso porque, segundo ideias propostas por pesquisas, correr sem tênis seria a melhor maneira de evitar lesões e melhorar o desempenho da atividade. Assim, esse seria um movimento voltado para os “corredores naturais”, que tem crescido em todo o mundo.

Embora, no Brasil, o barefoot running, nome oficial da modalidade, que pode ser traduzido para “correr descalço”, ainda não tenha atraído muitos seguidores, em outras partes do mundo essa atividade tem sido muito incentivada. Isso porque cada vez mais as pessoas estão observando que a corrida natural tem potencial para ser prazerosa.

Além disso, outro aspecto que merece atenção em relação ao barefoot running, é que foi mostrado através de pesquisas recentes que o corpo acaba mudando o estilo de corrida depois de praticar essa atividade física. O efeito disso é que passamos a bater a sola sozinhos com o calcanhar e depois com a ponta dos pés.

Quais são as vantagens em correr descalço?

Como a primeira parte do pé que entra em contato com a sola é o meio do pé, que distribui as forças de impacto diretamente para os músculos e não pelas articulações, correr descalço reduz o risco de lesões nos joelhos e quadris. Assim, naturalmente há a distribuição das forças de impacto diretamente para os músculos. Além disso ajuda a reduzir os riscos de inflamações como a fascite plantar.

Malefícios de correr descalço

Podem haver pequenas alterações no corpo ao executar o barefoot running. Por exemplo, a pele dos pés fica mais espessa e podem aparecer bolhas de sangue no peito do pé, além do risco de cortes e escoriações por pedrinhas no caminho ou caco de vidro existentes na rua.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More