8 doenças causadas pela água contaminada

A água é um dos elementos primordiais para a existência humana. Isso porque é ela que mantêm nosso organismo em funcionamento.

0

A água é um dos elementos primordiais para a existência humana. Isso porque é ela que mantêm nosso organismo em funcionamento, além de alimentar outros animais e plantas.

Entretanto, é necessário que a qualidade da água seja sempre supervisionada, já que muitas doenças podem ser transmitidas pelo elemento. Se não cuidada, pode servir como agente transmissor de várias bactérias e vírus.

Portanto, por isso a importância do saneamento básico, e de sempre ingerir água tratada. Além disso, também é de extrema importância lavar os alimentos, vegetais, frutas, em água limpa.

Portanto, salientando os perigos que o não tratamento pode provocar, confira 8 doenças causadas pela poluição da água:

Giardíase

Se trata de uma infecção no aparelho digestivo, que é causada pelo parasita Giardia intestinalis. Como toda doença citada na lista, se transmite em água, ou alimentos contaminados. A doença é infecciosa.

Os sintomas são diarreia, náusea, febre, dor abdominal, perda de peso ou fraqueza. O tratamento é realizado com medicamentos e com o consumo de líquidos para hidratação.

Febre Tifoide

Causada pela bactéria Salmonella typhi, a doença causa prisão de ventre, dor de barriga, diarreia, perda de apetite e manchas vermelhar no corpo. Bem como febre alta, vômito e perda de peso.

O tratamento é realizado por antibióticos, muito hidratação e repouso. A doença pode ser prevenida com vacina contra a febre tifoide.

Leptospirose

A famosa doença do rato é causada por uma bactéria encontrada em urina de ratos de esgoto. Além disso, outros animais podem ser infectados, como cães e gatos.

Os infectados vão sentir dor de cabeça, febre alta, perda de apetite, vômito, diarreia, dor no corpo ou calafrios. O tratamento é realizado com antibióticos e analgésicos para as dores.

Cólera

A doença é uma infecção que afeta o intestino, provocando diarreia intensa, bem como vômitos, levando os infectados a um estado grave de desidratação. O tratamento é feito com antibióticos e soro para cuidar da desidratação.

Hepatite A

A doença é transmitida através do contato fecal-oral. Ou seja, é preciso ter contato com fezes humanos para se contrair o vírus da doença. Esse contato pode ser feito alimentos preparados por pessoas que não lavaram a mão adequadamente após evacuarem.

Além disso, o contato com água sem saneamento básico também pode ser um meio de propagação da doença. Portanto, rios, lagos e praias que recebem esgoto não tratado podem ter águas contaminadas.

Os sintomas da doença são náuseas, vômitos, dores musculares, febre fraqueza e perda de apetite. O tratamento para a doença pode variar. Porém, de modo geral os sintomas são tratados, além de hidratação e repouso.

Esquistossomose

A doença é popularmente conhecida como barriga d’água ou doença do caramujo. Ela é causada pelo parasita Shistosoma, encontrado em águas contaminadas por fezes e caramujos.

A doença pode ser transmitida através do contato físico com águas contaminadas, além de caso, sua ingestão. O parasita causa doenças no intestino e figado.

Os sintomas podem ser irritação na pele, dores de barriga, dores nas articulações e músculos, tosse, febre e coceira. O tratamento é feito por medicação administrada pelo médico.

Legionelose

Provocada pela bactéria Legionella pneumophila, a doença é conhecida como doença dos legionários. A bactéria causa uma infecção pulmonar, que pode ser adquirida pela inalação de partículas de águas contaminadas.

Portanto, a doença apenas é transmitida ao respirar partículas de águas contaminadas no ambiente. Ambientes onde ocorrem vaporização ou emissão de partículas de água podem ser uma fonte de contaminação.

Muitas pessoas infectadas não desenvolvem sintomas. Entretanto, aqueles que desenvolvem apresentar febre, tosse, dores no corpo e cabeça, diarreia e falta de ar. A doença é tratada com antibiótico.

Otite externa

Conhecida como otite do nadador, a doença pode ser causada por bactérias ou fungos em águas contaminadas. Além disso, pode causar infecção do canal auditivo externo, que vai do tímpano até ao exterior da cabeça.

Um dos sintomas da doença é a presença de vermelhidão no ouvido, juntamente com calor e dor, coceira, inchaço. O tratamento vai de acordo com a gravidade. Entretanto, remédios em gotas para o ouvido costumam ser receitados, assim como é necessário manter os ouvidos secos.

Prevenção

Embora as doenças sejam graves, existem formas bastante simples e eficazes de se proteger contra esses males. Para evitar o contagio, é preciso manter distância de esgoto, águas não tratadas, enchentes e lamas.

No caso de ingestão, é aconselhado ferver sempre a água antes da utilização, principalmente no preparo de alimentos. Outra recomendação é evitar piscinas que não são tratadas com cloro.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.