Em quais situações um segurado do INSS pode perder o benefício? Descubra agora 6 delas

Fique por dentro dos motivos que podem levar uma pessoa a perder seu benefício do INSS

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) regula alguns benefícios no Brasil, e a manutenção dessas remunerações requer algumas etapas. Isso porque, caso o segurado não cumpra com as regras estabelecidas, pode deixar de receber sua aposentadoria ou pensão. Sendo assim, veja agora 6 motivos para perda de benefício do INSS.

Leia mais: Confira o novo valor dos aposentados e pensionistas do INSS em 2022

Situações que podem levar à perda de um benefício do INSS

1.Faltar à prova de vida

A prova de vida tem o objetivo de evitar fraudes, assim como pagamentos errados. Ela é feita anualmente e destina-se a todos os segurados que recebem aposentadoria, pensão ou outro tipo de benefício assistencial. Desse modo, pode haver bloqueio do pagamento em caso de não comparecimento à prova.

2. Não comparecer em perícia

O intuito da perícia médica do INSS é atestar que o segurado de fato se enquadra nos requisitos determinados para a concessão do benefício, que pode ser o auxílio por incapacidade temporária ou aposentadoria, no caso de incapacidade permanente. Dessa forma, a pessoa que não comparecer a uma perícia pode ter o auxílio suspenso (se a perícia for para renovação), ou então o INSS pode não conceder o benefício, caso seja um requerimento inicial.

3. Fraudes

O INSS costuma levantar os dados dos seus segurados a fim de garantir que nenhuma informação falsa foi passada. Desse modo, em caso de suspeita de fraude, o contribuinte pode ter o benefício suspenso enquanto ocorre um processo de apuração das informações.

4. Encarceramento

Caso o beneficiário seja preso, a aposentadoria fica suspensa até que ele esteja novamente em liberdade. A fim de amparar os familiares do segurado que está em cárcere, existe o auxílio reclusão, que os membros da família podem requerer.

5. Ser beneficiária do salário-maternidade

Se a contribuinte estiver recebendo esse benefício, haverá suspensão da aposentadoria ou outro auxílio que a pessoa receba, até que se encerre o salário referente à maternidade. Isso ocorre porque o INSS não permite o pagamento simultâneo desses proventos.

6. Não atualizar o CadÚnico

Atualizar o Cadastro Único (CadÚnico) é especialmente importante para quem recebe o Benefício de Prestação Continuada (BPC). Existe uma obrigatoriedade de que o CadÚnico seja atualizado a cada dois anos para manutenção do BPC. Caso contrário, o auxílio ficará suspenso e após 60 dias será cancelado de forma definitiva.

Se você gostou desse conteúdo, então clique aqui para ler mais artigos como esse!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More