Enem 2020: candidatos com Covid terão de 25 a 29 de janeiro para pedir reaplicação da prova

Candidatos que apresentaram sintomas antes da prova podem pedir reaplicação entre os dias 25 e 29 de janeiro.

Com as medidas sanitárias impostas durante a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), os candidatos que apresentaram sintomas e diagnóstico do covid-19 terão um novo prazo para pedir a reaplicação do exame.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia do Ministério da Educação (MEC), divulgou que candidatos diagnosticados após o dia 16 de janeiro poderão acessar a Página do Participante entre 25 e 29 de janeiro para enviar o laudo médico.

A informação foi divulgada neste domingo, 17, data da primeira aplicação da prova. O segundo dia será no próximo domingo, 24.

Pedidos de reaplicação

Entre os dias 11 e 16 de janeiro, mais de 5 mil candidatos inscritos pediram a reaplicação da prova por apresentarem sintomas de doenças respiratórias, informou o ministro da Educação, Milton Ribeiro. No sábado, 16, às 12h (horário de Brasília), o sistema foi fechado para a avaliação dos pedidos de forma que os estudantes teriam resposta antes da aplicação da prova, segundo o Inep.

Apesar de contar com mais de 5,5 milhões de inscritos, Ribeiro defende que não acredita que a aplicação da prova afetará o número de casos de doentes. “Não acredito. Os portões abriram meia hora mais cedo para evitar aglomeração. Todos os cuidados foram cumpridos. Nós não podíamos adiar mais. Os mais pobres e mais humildes seriam os maiores prejudicados”, frisou o ministro.

Novos pedidos

Para ter o pedido de reaplicação analisado pelo Inep, o candidato deve apresentar um documento legível que comprove a doença. Assim, o documento precisa conter:

  • Nome completo do participante;
  • O diagnóstico com a descrição da condição;
  • Código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10);
  • Assinatura e identificação do profissional competente, com o respectivo registro do Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente;
  • Data do atendimento;
  • O documento deve ser anexado em formato PDF, PNG ou JPG, no tamanho máximo de 2 MB.

Disputas judiciais

Devido à pandemia do coronavírus, a aplicação do Enem tem sido alvo de disputas judiciais. A prova estava prevista para novembro de 2020, porém foi adiada para janeiro de 2021. No entanto, uma enquete com os participantes revelou que a opção mais votada era de aplicação em maio de 2021.

De acordo com o governo, a prova em maio atrasaria o cronograma de outros programas de ingresso no ensino superior. A Defensoria Pública da União e entidades estudantis haviam pedido o adiamento da aplicação alegando o risco à saúde dos participantes e população, uma vez que as provas são presenciais e demandam deslocamento. Apesar disso, o pedido foi negado.

Leia também:

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More