Entenda como funcionará a lista de espera do Sisu 2019

A partir desta edição, os candidatos selecionados pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), em chamada regular, não poderão mais participar da lista de espera.

0

A partir desta edição, os candidatos selecionados pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), em chamada regular, não poderão mais participar da lista de espera. Por isso, é preciso que os interessados em uma vaga nas instituições públicas de ensino superior escolham com atenção as opções de curso desejadas.

Os candidatos serão selecionados de acordo com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018, dentro do número de vagas em cada curso, por modalidade e concorrência. A mudança tem como objetivo reduzir o número de vagas ociosas ofertadas pelas instituições que participam do Sisu.

Já os candidatos não selecionados na chamada regular poderão tentar a lista de espera conforme a primeira ou segunda opção informadas ainda durante a inscrição.

As matrículas serão feitas diretamente na instituição de ensino, entre os dias 30 de janeiro e 4 de fevereiro. Em 7 de fevereiro terá início a convocação dos candidatos que se inscreveram para a lista de espera.

O Sisu é o ambiente virtual criado pelo Ministério da Educação para selecionar estudantes para vagas em instituições públicas de educação superior, com base nas notas registradas no Enem. Para acessar o Sisu é necessário informar o número de inscrição do Enem 2018 (login) e a senha atual cadastrada no exame.

O resultado da chamada regular está previsto para o dia 28 deste mês e, na sequência, os selecionados deverão aguardar o início das matrículas – conforme cronograma oficial. No aplicativo do Sisu o estudante pode acompanhar sua inscrição, ter acesso às classificações parciais e notas de corte e ver o resultado final. Com informações do MEC.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.