Tudo sobre Futebol – Resumo, história, fundamentos e regras

Todos os detalhes, história, regras e fundamentos a respeito do Futebol, esporte considerado um dos maiores símbolos da cultura brasileira.

1

Introduzido no Brasil pelo brasileiro descendente de ingleses, Charles Miller, em 1894, o futebol, ao longo do tempo, tornou-se o principal esporte praticado no país, gerando reconhecimento em todo mundo.

O Brasil, atualmente, tem a única seleção de futebol pentacampeã mundial. Daqui, saíram nomes icônicos do futebol mundial, a exemplo de Pelé, Garrincha, Zico, Jairzinho, Ronaldo Fenômeno, Ronaldinho Gaúcho, Rivellino, Roberto Carlos e muitos outros.

História do Futebol

Práticas semelhantes ao futebol são registradas no mundo desde 2.600 a.C., na China e Japão. Na Europa Medieval, e na América pré-hispânica, por volta de 1.200 a.C. também há registros dessa natureza. Contudo, as práticas nesses períodos sempre estiveram ligadas a disputas de poder.

Na China, por exemplo, no lugar da bola, era usada a cabeça decepada de um inimigo, enquanto na América pré-hispânica o Tlachtli, representava uma batalhada em entre luz e escuridão, onde ao final, um dos jogadores era decapitado e tinha seu sangue utilizado em rituais de purificação.

Há registros dessas práticas, ainda, na Grécia Antiga e em Roma. Nestes locais, os jogos sempres foram voltados para membros da aristocracia.

O futebol, tal como conhecemos hoje, só foi instituído na Inglaterra, no século XIX. O modelo levado para lá é proveniente da Itália, onde uma modalidade chamada Calcio era praticada pela nobreza no século XIV. Nesta disputa, o objetivo era fazer a bola ultrapassar a trave do adversário.

Em 1863, na Inglaterra, a prática foi normatizada pela Old Freemason’s Tavern, com sede na Great Queen Street. Nesta ocasião, 11 colégios estiveram presentes nas discussões, o que levanta a hipótese da quantidade de jogadores do esporte, com um representante por colégio.

História do Futebol no Brasil

Poucos anos depois de sua criação, em 1880, o futebol chegou ao Brasil. A princípio, no Rio de Janeiro, no Clube Brasileiro de Cricket, que ficava no Bairro do Flamengo.

Entretanto, a introdução oficial do esporte no país foi feita por Charles Miller, um brasileiro descendente de ingleses. Ele nasceu no Brasil, mas ainda jovem foi para a Inglaterra estudar. De lá, trouxe duas bolas de futebol, dois uniformes e outros equipamentos.

Neste mesmo período foram fundados o Sport Club Germânia, hoje o Pinheiros, em São Paulo e o Fluminense Football Club, no Rio de Janeiro. O responsável pela criação do primeiro foi Hans Nobiling, enquanto o segundo, Oscar Cox.

Data de 1º de agosto de 1901 a primeira partida de futebol em território brasileiro. Ela foi disputada por brasileiros e ingleses, na Cricket Association, em Niterói. Ao final, o jogo ficou empatado em 1×1.

O início das ligas de futebol no país aconteceu em São Paulo, em 1901. Logo depois, em 1905, a do Rio de Janeiro já estava formada. Dez anos depois, em 1915, havia registros em Pernambuco, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Bahia e Paraná.

Time do Sport (1905)
Time do Sport (1905)

Cox, junto com Miller, foram os principais agentes na disseminação do esporte do país, principalmente por conta do incentivo para a criação de clubes em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Com o objetivo de representar o Brasil no exterior, São Paulo e Rio de Janeiro travaram intensas disputadas, resultando na criação de duas instituições. No primeiro, foi criada a Federação Brasileira de Futebol, enquanto no segundo, a Federação Brasileira de Esportes.

Para resolver este embate, em 6 de novembro de 1915 foi criada a Confederação Brasileira de Desportos (CBD). Em 1917 ela foi reconhecida pela Federação Internacional de Futebol (FIFA). Posteriormente, em 1979, oriunda da extinta CBD, foi fundada a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que é a instituição responsável por liderar e promover a prática esportiva do futebol no Brasil.

Desde então, a modalidade esportiva foi se popularizando cada dia mais por todo o brasil. O primeiro campeonato brasileiro foi realizado em 1971, e já teve diversos nomes, tais como Copa do Brasil, Taça de Prata, Taça de Ouro, Copa Brasil, Copa João Havelange, entre outras.

A seleção brasileira participou de todas as edições da Copa do Mundo de Futebol da FIFA, criada em 1930 e disputada pela primeira vez no Uruguai. Em 2018, o Brasil jogou sua 21ª Copa.

Sagrou-se campeão pela primeira vez em 1958, depois seguiram-se os títulos de 1962, 1970, 1994 e 2002, tornando-se a única seleção de futebol pentacampeã mundial.

Regras e fundamentos do Futebol

  1. Cada partida de futebol tem dois tempo de 45 minutos cada, totalizando 90 minutos. Entre os dois tempo há um intervalo, de no máximo, 15 minutos;
  2. Ao final de cada um dos tempos poderá haver acréscimos para compensar paralisações no decorrer do jogo, de acordo com o regulamento da competição;
  3. As equipes possuem 11 jogadores, sendo um goleiro e dez jogando na linha.
  4. Na linha, os jogadores podem assumir diversas posições, cada uma com um objetivo. Entre elas estão: goleiro, atacante, zagueiro, centroavante, meio campista, lateral direito e lateral esquerdo, entre outras;
  5. Cada time poderá contar com uma reserva, com no mínimo 3 e no máximo 12 jogadores;
  6. Em competições oficiais cada equipe poderá fazer, no máximo, três substituições;
  7. Vence a partida a equipe, que ao final, fizer o maior número de gols;
  8. Um gol só é considerado válido quando a bola ultrapassa completamente a linha de meta;
  9. Para isso, os jogadores fazer passes, onde podem usar os pés, pernas, tórax e cabeça, mas nunca mãos e braços;
  10. Ao final de um jogo decisivo, se houver necessidade de desempate, serão feitas duas prorrogações de 15 minutos. Depois desse tempo, se o empate persistir, a decisão será feita por meio de pênaltis.

Regra do impedimento

Esta é uma das regras mais famosas do futebol. Ela foi criada no século XIX, com a finalidade de evitar que os jogadores ficassem sempre próximo ao gol adversário, somente esperando para chutar no gol.

Ao longo do tempo ela sofreu diversas alterações, sendo que uma das mais importantes foi feita pela FIFA em 2005, e estabeleceu que só é considerado impedimento se o jogador mal posicionado tiver participado da jogada.

De acordo as normas oficiais do esporte, um jogador estará em posição de impedimento quando:

  • Qualquer parte de sua cabeça, corpo ou pés estiver na metade do campo adversário (excluindo a linha de meio de campo) e se;
  • Qualquer parte de sua cabeça, corpo ou pés estiver mais próximo da linha de meta adversária do que a bola e o penúltimo adversário.

Representação de um campo de futebol

Ou seja, em síntese, a regra impede ou invalida um gol feito por um jogador quando não há pelo menos dois jogadores da outra equipe entre ele a linha de fundo adversária.

Faltas e cartões

Os tiros livres diretos, indiretos e pênaltis serão marcados, exclusivamente, por faltas e infrações cometidas quando a bola estiver em jogo.

Tiro livre direto: é dado a equipe adversária quando um jogador comete uma falta imprudente, ou ainda, quando fizer uso exagerado da força. São consideradas faltas como estas, por exemplo, agressões, empurrões, dar uma entrada ou rasteiras em um jogador adversário, por exemplo.

Tiro livre indireto: é realizado no mesmo local onde a falta foi cometida e é concedido a equipe adversária quando o goleiro comete uma falta na sua área penal. São exemplos dessas faltas: demorar mais de seis segundos para repor a bola em jogo, tocar a bola com as mãos quando ela foi lançada com os pés por jogador da mesma equipe, entre outras. Além disso, jogadas perigosas e impedir o avanço de um adversário sem contato são puníveis com tiro livre indireto.

Tiro penal ou pênalti: quando uma das faltas citadas no tiro livre direto é cometida dentro da área penal de um jogador, ela será punida com a concessão de uma cobrança de pênalti para a equipe adversária

Há, ainda, infrações puníveis com advertência, ou seja, cartão amarelo. São alguns exemplos: retardar o início do jogo, praticar atitudes antidesportivas, discordar das decisões da arbitragem por meio de palavras ou ações, infringir persistentemente as regras do jogo, entrar ou deixar o campo sem autorização do árbitro, entre outros.

As infrações também pode ser punidas com cartão vermelho. Algumas situações que exemplificam este tipo de infração são: receber dois cartões amarelo em uma mesma partida, jogadas bruscas, conduta violenta, cuspir em outros jogadores, entre outros.

Campo

O campo de futebol poderá tanto ser de grama natural, quanto de grama sintética, dependendo do regulamento de cada competição. Ele poderá, ainda, ser híbrido, mas de materiais distintos em cada zona.

O formato do campo é retangular, demarcado por linhas contínuas. As mais compridas recebem o nome de linhas laterais, quanto as mais curtas são as linhas de meta, ou linhas de fundo.

Há, ainda, a linha de meio de campo, ou linha central, que divide o campo em duas metades. No centro do campo há marcação de um ponto central, localizado em cima da linha de meio de campo. Em volta dele é traçado um círculo com raio de 9,15 metros.

Dimensões de um campo de futebol
Dimensões de um campo de futebol

As linhas de meta, obrigatoriamente, devem ser menores que as linhas laterais. Elas podem ter entre 45 e 90 metros, enquanto as linhas laterais devem ter entre 90 e 120 metros. Usualmente as medidas adotadas são 105 metros de comprimento por 68 metros de largura.

No campo, são demarcadas ainda:

  • Área de meta
  • Área penal (área de pênalti)
  • Área de tiro de canto
  • Postes de bandeiras
  • Área técnicas

No centro de cada uma das linhas de meta será colocada uma meta, onde os jogadores marcarão os gols. As metas são compostas por dois postes verticais, equidistantes das bandeiras de canto e unidos na parte superior por uma barra na horizontal, que recebe o nome de travessão.

A distância entre os dois postes deve ser de 7,32 metros, e a barra horizontal deve estar a 2,44 metros do chão.

Arbitragem

Todas as partidas de futebol são supervisionadas por um árbitro, popularmente conhecido como juiz, que tem total autoridade para cumprir as regras do jogo.

Ainda que a decisão final seja sempre do árbitro, poderão ser nomeados outros oficiais de arbitragem (dois árbitros assistentes, quarto árbitro, dois árbitros assistentes adicionais e árbitro assistente reserva). A atuação destes sempre será dirigida pelo árbitro.

Equipamentos

A bola oficial de futebol deve ser feita de material adequado. A circunferência máxima é de 70cm, enquanto a mínima é de 68cm. No início do jogo ela deve ter peso mínimo de 410g e máximo de 450g. Em competições oficiais, ela deve ter o selo de inspeção, que garante que ela foi testada e atende a todos os requisitos determinados.

Em relação aos jogadores, estes não poderão utilizar quaisquer adereços que ofereçam perigo a segurança, como anéis, brincos e colares, por exemplo.

O equipamento obrigatório é composto por camiseta com mangas, calção, meias, caneleiras, e chuteira. As duas equipes devem usar uniformes de cores diferentes entre si, e ainda, diferentes da arbitragem. Os goleiros também deverão usar uniforme de uma cor que o diferencia dos demais.

  1. Claudia Ferreira Diz

    Tenho muitas dificuldades pra conseguir entender como funciona um projeto na internet, mas acredito que com essas dicas eu vou melhorar aos poucos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.