Ginástica Rítmica – Resumo, O que é, História, aparelhos, Brasil

Ginga, força e flexibilidade são características da ginástica rítmica. Saiba mais sobre esse esporte que encanta os que assistem e também os que praticam.

0

1 O que é Ginástica Rítmica?

O que é Ginástica Rítmica?

Conhecida por chamar atenção das pessoas devido à sua graça e exuberância, a ginástica rítmica é um esporte praticado exclusivamente por mulheres, que compreende a mistura de dança e movimentos extremamente coordenados que envolvem beleza e elasticidade.

Na década de 1920, após a Primeira Guerra Mundial, várias academias/escolas começaram a inovar, quando foram acrescentados novos exercícios e música à ginástica artística. Foi em 1946, na Rússia, que surge o termo “rítmica”, devido à utilização da música e da dança durante a execução de movimentos.

2 História da Ginástica Rítmica 

História da Ginástica Rítmica 

Sua estreia em eventos, apenas como forma de apresentação, foi em Londres 1948. Passou a ser chamada de Ginástica Rítmica Desportiva, ou simplesmente GRD, no ano de 1975. Conhecida atualmente apenas por Ginástica Rítmica.

Seu primeiro campeonato foi disputado em 1961, por países do leste Europeu. Um ano depois, a Federação Internacional de Ginástica reconheceu a GR (sigla que faz referência à ginástica rítmica) como esporte.

A abertura em Jogos Olímpicos aconteceu anos depois, em Los Angeles 1984, logo depois que foi reconhecida pelo Comitê Olímpico Internacional.

A primeira ginasta a conquistar medalha de ouro olímpica do esporte foi a canadense Lori Fung. Posteriormente, em Seul-1988, o esporte conquistou o público que ficou encantado com o espetáculo e começou a se popularizar.

3 Aparelhos

Aparelhos

Na atualidade, a ginástica rítmica conta com provas individuais e por conjunto, na qual cinco ginastas se apresentam juntas. Os aparelhos utilizados na Ginástica Rítmica são arco, maça, bola, fita e corda. É comum o uso desses adereços para dar mais beleza ao espetáculo.

As coreografias podem ser realizadas em grupos de cinco atletas ou individualmente.

4 Ginástica Rítmica no Brasil 

Ginástica Rítmica no Brasil 

No Brasil, a apresentação da ex-ginasta brasileira Daiane dos Santos nos Jogos Olímpicos de Atenas em 2004, música “Brasileirinho”, adaptada especialmente para a ocasião, repercutiu e fez um grande sucesso.

Embora a ex-ginasta não tenha ganhado medalha de ouro, sua apresentação gerou reconhecimento para a atleta, para o esporte e para o país.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.