Governo oferecerá 4 mil Bolsas Permanência até o dia 29

As bolsas de permanência são destinadas para estudantes indígenas, quilombolas ou em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

0

O Ministério da Educação decidiu abrir novas vagas para o Sistema de Gestão da Bolsa Permanência (SISBP). Sendo assim, ao todo serão 4 mil vagas. As oportunidades são voltadas para estudantes de instituições federais de ensino superior indígenas ou quilombolas.

A decisão foi tomada após encontro de estudantes universitários indígenas e quilombolas com o governo. Neste sentido, as novas inscrições serão aceitas até o dia 29 de junho.

Além disso, de acordo com a Secretaria de Educação Superior, a ideia é que os estudantes que não foram contemplados com a bolsa permanência, tenham prioridade no Programa Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes).

Ao contrário do SISBP, o Pnaes é gerido pelas instituições federais.

Programa Bolsa Permanência

O Programa Bolsa Permanência é a assistência oferecida a estudantes do ensino superior federal que estejam em situação de vulnerabilidade social e econômica.

Assim como para a população indígena e quilombola das instituições. Atualmente o valor da bolsa é de R$ 900,00, que é pago diretamente ao estudante.

Em meio a contenção de gastos nos últimos anos, o programa não abre novas chamadas desde ano passado. A última chamada foi em junho, quando houve a oferta de 2,5 mil novas vagas.

Apesar disso, o número de alunos indígenas, quilombolas e de baixa renda em universidades federais vem aumentando nos últimos anos.

Segundo dados informados pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), 70,2% dos estudantes de federais são de baixa renda.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.