Hermafrodita

Você sabia que um mesmo indivíduo pode possuir os dois sexos?

Os seres vivos geralmente apresentam aparelhos reprodutivos separados, existem indivíduos masculinos e indivíduos femininos.

No entanto, essa condição não é estática e podem ocorrer casos em que um mesmo indivíduo possui os dois sexos, masculino e feminino.

O que é hermafroditismo?

O hermafroditismo é uma anomalia sexual na qual um indivíduo de uma espécie dioica, que apresenta sexos separados, apresenta tanto estrutura reprodutora masculina como feminina.

Hermafrodita é o termo usado para chamar indivíduos que possuem essa anomalia.

Em que seres vivos o hermafroditismo pode ocorrer?

O hermafroditismo pode ocorre em plantas, em animais e em seres humanos.

Através de uma análise cromossômica, já se sabe que o hermafroditismo não é uma síndrome genética e pode ser causado por uma má formação embrionária.

Nas plantas, o hermafroditismo é uma situação comum. As plantas que possuem os dois aparelhos reprodutivos são chamadas de monoicas.

Existem animais hermafroditas que realizam a autofecundação, como as tênias. Geralmente, apenas uma tênia parasita o indivíduo evitando assim a competição, e ela se reproduz através do hermafroditismo.

Em alguns animais, o hermafroditismo pode ocorrer de forma insuficiente, ou seja, os indivíduos possuem os dois sexos, mas a maturidade sexual acontece em momentos diferentes. Esse é o caso das minhocas, que mesmo sendo hermafroditas, se reproduzem aos pares.

Nos humanos, geralmente o hermafrodita apresenta como órgão externo o masculino e o ovário só é descoberto na puberdade por conta das mudanças hormonais.

Hermafroditismo humano

O hermafroditismo humano pode causar muitos transtornos psicossociais no indivíduo. Essa condição é chamada de intersexualidade e pode se apresentar de três formas:

Hermafroditismo verdadeiro

Normalmente essas pessoas são cromossomicamente do sexo feminino, mas desde o nascimento apresentam todos os órgãos, externos e internos, tanto do sexo feminino quanto do masculino.

A formação dos órgãos masculinos ainda não é totalmente esclarecida, mas acredita-se que houve uma fecundação anômala paralela a fecundação normal e os sexos foram incorporados no mesmo indivíduo. Apesar de possuir os dois sexos, esses indivíduos são estéreis.

Pseudo-hermafroditismo masculino

Essa pessoa é cromossomicamente do sexo masculino, mas os órgãos externos não se desenvolvem normalmente.

Pseudo-hermafroditismo feminino

Essa pessoa é cromossomicamente do sexo feminino, no entanto, o desenvolvimento do clítoris é excessivo e ele assume formato semelhante ao pênis, essa condição é chamada de clitoromegalia.

O pseudo-hermafroditismo feminino é o único tipo que se acredita ser causado por má-formação atribuída ao uso de medicamentos utilizados durante a gestação para hiperplasia congênita das suprarrenais.

Causa do hermafroditismo em humanos

Vários estudos genéticos vêm sendo realizados ao longo dos anos para tentar esclarecer a formação de humanos hermafroditas. Um desses estudos sugere que uma sequência que deveria proteger o cromossomo Y de mutações, poderia se esticar e formar uma atração dele pelo cromossomo X, deslocando o centrômero do gene.

Segundos os pesquisadores, quanto maior a distância entre os centrômeros, mais feminilizados os indivíduos são, quanto menor a distância, mais masculinizados eles se tornam.

Geralmente, os seres humanos recorrem a uma cirurgia para retirada dos órgãos de um dos sexos e, assim, definem seu sexo desejado.

Veja também:

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More