Conheça a História do Petróleo no Brasil

Acompanhe a cronologia do petróleo no Brasil, desde o descobrimento dos primeiros poços, passando pela criação da Petrobrás e panorama da produção atual.

0

Petróleo, palavra curta originada do latim petroleum, ou seja, óleo da pedra. Curta, mas que provêm riquezas incalculáveis responsáveis por conflitos substanciais ao longo da história. A mistura inflamável de substâncias oleosas é atualmente a principal fonte de renda de muitos países, especialmente no Oriente Médio.

O petróleo é a base da fórmula de boa parte dos combustíveis que abastecem os automóveis em todo o mundo, além de outros produtos, como parafina, querosene e lubrificantes. O Brasil configura-se hoje como um dos maiores produtores petrolíferos do mundo e ocupa o posto de maior produtor da América Latina.

Mas, como foi o processo de produção do petróleo no Brasil? Ademais, como é a própria história da Petrobrás, a maior empresa petrolífera da América Latina e a quarta maior produtora de energia no mundo? Confira a cronologia dos fatos mais importantes envolvendo a produção de petróleo no país.

Cronologia da História do Petróleo no Brasil

O petróleo já era assunto no país desde os tempos imperiais, quando o Marquês de Olinda cedeu a José Barros de Pimentel o direito de extrair betume (carvão mineral) às margens do rio Maraú, no estado da Bahia. Desde então, exploradores e estudiosos tentaram perfurar poços de petróleo, muitas vezes sem êxito.

A Era Vargas foi um período de intensa impulsão da exploração de petróleo no país, a partir de políticas de nacionalização e racionalização dos processos de produção. A fim de discorrer melhor sobre os fatos registrados na História do Petróleo no Brasil, traçamos uma cronologia com explicações detalhadas de cada um:

  • 1892: Eugênio Ferreira de Camargo perfura o primeiro poço de petróleo em sua fazenda, localizada em Bofete, interior de São Paulo. A tentativa resultou em encontrar água sulfurosa a 488 m de profundidade
  • 1932: instalada a primeira refinaria de petróleo do país, a Refinaria Rio-Grandense de Petróleo, no município de Uruguaiana, Rio Grande do Sul. Na época, era usado o petróleo importado do Chile
  • 1938: criado o Conselho Nacional de Petróleo, a partir de discussões sobre o uso e exploração dos recursos do subsolo brasileiro. Com ele, foi determinado que as jazidas de petróleo pertenceriam à União.
  • 1939: descoberta a primeira jazida explorável comercialmente no bairro de Lobato, na capital baiana. O ato foi o resultado das ações do engenheiro agrônomo Manoel Inácio de Basto que ouviu relatos de que, no bairro, os moradores usavam uma lama preta como combustível de lamparina.
  • 1941: anúncio do estabelecimento do campo de Candeias, na Bahia.
  • 1948: criado o Centro de Estudos e Defesa do Petróleo com o objetivo de coordenar a campanha “O Petróleo é nosso”. O movimento apoiava a nacionalização da produção petrolífera no pós-Segunda Guerra.
  • 1949: o primeiro oleoduto brasileiro entra em operação no Recôncavo Baiano
  • 1950: refinaria Landulfo Alves é instalada em Mataripe, na Bahia. No mesmo ano, o primeiro navio petroleiro do Brasil é lançado ao mar
  • 1953: fundada a Petrobrás, mais precisamente no dia 03 de outubro. A estatal tinha o monopólio da extração e refino petrolífero em território nacional garantido pela Lei 2.004/1953.
  • 1954: a Petrobrás entra em operação
  • 1968: descoberta de petróleo marítimo em Sergipe, no campo de Guaricema. Nesse mesmo ano, a empresa inicia a exploração do material em águas profundas
  • 1974: descoberta na Bacia de Campos, no litoral sul do Espírito Santo
  • 1975: contratos de risco são firmados entre Petrobrás e empresas privadas no sentido de fomentar pesquisas de jazidas em território brasileiro
  • 1995: o monopólio da Petrobrás é quebrado por meio da sanção de lei no governo de Fernando Henrique Cardoso (EC 9/1995), ampliando a exploração por meio da entrada de empresas privadas
  • 2003: descoberta de novas bacias no território brasileiro
  • 2006: Brasil alcança a autossuficiência na exploração de petróleo
  • 2007: descoberto o pré-sal, novo campo de exploração petrolífera
  • 2008: entra em produção o pré-sal, na Bacia de Campos
  • 2009: Petrobrás P-51, primeira construída totalmente no Brasil, entra em operação no mês de janeiro
  • 2016: Brasil ocupa o posto de maior produtor da América Latina com o número de 918,7 milhões de barris
  • 2017: Brasil atinge o índice de 2,80 milhões de barris por dia, sendo a Petrobrás responsável pela produção de 2,15 milhões de barris (ao dia)

“O Petróleo é nosso”

Mencionada na cronologia acima, a campanha “O Petróleo é nosso” foi lançada em 1946 e visava impedir um projeto em trâmite no Congresso Nacional. O intuito do texto era entregar o subsolo brasileiro às empresas de capital estrangeiro que pretendiam pesquisas sobre a existência do petróleo no país.

No caso de encontrarem, o Brasil só poderia explorar um mineral encontrado em seu próprio território mediante o pagamento de royalties, ou seja, receitas pagas aos detentores do direito de exploração. A campanha foi liderada por militares e Partido Comunista Brasileiro que defendiam o petróleo como um dos pontos chave para o desenvolvimento.

O que é a Petrobrás?

A Petrobrás é uma empresa criada em 03 de outubro de 1953 pelo presidente da época, Getúlio Vargas. O objetivo era explorar o petróleo em prol da União, estimulada pela campanha “O Petróleo é nosso”. Trata-se de uma estatal com economia mista, sendo o Governo o sócio majoritário.

Considerada como a maior da América Latina e uma das maiores do mundo, a Petrobrás atua nos segmentos de petróleo e gás natural (produção, exploração, refino, transporte e comercialização), petroquímica, distribuição de derivados, biocombustíveis, energia elétrica e outras fontes renováveis de energia.

O que é o Pré-Sal?

O Pré-Sal constitui em um campo de exploração petrolífera encontrado a sete mil metros de profundidade. A vantagem é apresentar poços de petróleo com largas proporções além de excelente estado de conservação. Sua descoberta no Brasil deu-se em 2007 gerando a expectativa de dobrar o volume da produção de óleo e gás combustível no país.

O campo estende-se ao longo de 800 km da costa brasileira, indo do Espírito Santo ao estado de Santa Catarina. Geologicamente, o campo localiza-se abaixo de uma espessa camada de rocha salina e engloba as bacias sedimentares do Espírito Santo, Santos e Campos. A primeira extração foi feita em 2008 e a fase comercial teve início em 2010.

O maior campo de pré-sal do Brasil, o Campo de Libra, foi leiloado em 2013 e estimativa é de que o óleo recuperável nessa região varie de 8 a 12 bilhões de barris. A partir de 2010, a média anual de extração aumentou 12 vezes, considerando o período até 2014. A expectativa é atingir 52% da produção da Petrobrás em 2018.

Quais os maiores produtores de Petróleo no Brasil?

1º lugar: Rio de Janeiro, com reservas nas Bacias de Campos e Santos. Produção anual de 568 milhões de barris, conforme dados de 2011
2º lugar: Espírito Santo, com reservas nas Bacias de Campos e Espírito Santo. Produção anual de 116 milhões de barris, conforme dados de 2011
3º lugar: Rio Grande do Norte, com reservas em terra e no mar. Produção anual de 21,4 milhões de barris, conforme dados de 2011
4º lugar: Bahia, com reservas nas Bacias de Camamu, Recôncavo Baiano, Tucano Sul e marítimas. Produção anual de 16 milhões de barris, conforme dados de 2011
5º lugar: Sergipe, com reservas em terra e no mar. Produção anual de 15,3 milhões de barris, conforme dados de 2011
6º lugar: São Paulo, com reservas no mar. Produção anual de 13,9 milhões de barris, conforme dados de 2011
7º lugar: Amazonas, com reservas em terra e nas Bacias dos Rios Amazonas e Solimões. Produção anual de 12,6 milhões de barris, conforme dados de 2011

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.