Magnésio

O magnésio é um dos elementos mais essenciais para todos os organismos vivos conhecidos.

0

O magnésio (símbolo químico Mg, número atômico 12) é o oitavo elemento químico mais abundante na crosta terrestre, sendo um metal muito leve e resistente.

Tabela Periódica - Magnésio

É o terceiro elemento mais abundante dissolvido na água do mar. De cor branca prateada, é classificado como metal alcalino-terroso e não é encontrado como um metal livre na natureza.

O nome magnésio origina-se da palavra grega para um distrito chamado Magnésia, na Tessália. O elemento, que é sempre combinado com outros elementos na natureza, é encontrado em depósitos de mais de 60 minerais. Destes, apenas a dolomite, a magnesite, a brucite, a carnalite, o talco e a olivina são de importância comercial.

História

Na Inglaterra, em 1755, Joseph Black reconheceu o magnésio como sendo um elemento. Em 1808, Sir Humphry Davy isolou eletroliticamente o metal de magnésio puro a partir de uma mistura de magnésia (óxido de magnésio) e óxido mercúrico. O químico francês Antoine Bussy descreveu outro método de prepará-lo em 1831.

Os Estados Unidos eram o maior fornecedor mundial deste metal, fornecendo 45% da produção mundial até 1995. Hoje, a participação de mercado dos EUA é de 7%.

A partir de 2005, a China assumiu o papel de principal fornecedora, com 60% de participação no mercado mundial. Para isolar o metal, a China depende quase completamente do chamado processo Pidgeon, no qual óxido de magnésio é reduzido a altas temperaturas com silício.

Para quê serve?

Em sua forma iônica, o magnésio é um dos elementos mais essenciais para todos os organismos vivos conhecidos. Seus sais, portanto, são usados ​​como aditivos em alimentos e fertilizantes.

Quando ligado com alumínio, é amplamente utilizado para fazer latas de bebidas, aviões e mísseis.

A luz branca brilhante produzida pela queima de magnésio era muito usado em flashes de câmeras fotográficas e fogos de artifício.

Óxido de magnésio é usado para revestimento de fornos, o hidróxido (na forma de “leite de magnésia”) é um laxante e antiácido e seu sulfato (sal de Epsom) é usado em medicina.

O carbonato de magnésio é utilizado em composições de tijolos, pisos, proteção contra fogo e extinção de incêndios.

Características

Como membro da série de metais alcalino-terrosos, o magnésio está no grupo 2 (antigo grupo 2A) da tabela periódica, entre o berílio e o cálcio. Além disso, é colocado no período 3, imediatamente após o sódio.

O magnésio elementar é um metal bastante forte e leve (dois terços da densidade do alumínio). É ligeiramente manchado quando exposto ao ar, embora ao contrário dos metais alcalinos, o armazenamento em um ambiente livre de oxigênio é desnecessário porque o magnésio é protegido por uma fina camada de óxido que é bastante impermeável e difícil de remover.

Como o cálcio, o magnésio reage com a água à temperatura ambiente, embora reaja muito mais lentamente que o cálcio. Quando é submerso em água, bolhas de hidrogênio começam a se formar quase imperceptíveis na superfície do metal, mas o metal em pó reage muito mais rapidamente. Em temperaturas mais altas, a reação ocorrerá mais rapidamente (veja precauções).

O magnésio é um metal altamente inflamável que é fácil de inflamar quando em pó ou raspado em tiras finas. Uma vez incendiado, é difícil de extinguir, podendo queimar tanto o nitrogênio (formando o nitreto de magnésio) como o dióxido de carbono (formando óxido de magnésio e carbono). Ele queima a uma temperatura de aproximadamente 2.500 K (2200 °C, 4000 °F). A temperatura de autoignição do magnésio é de aproximadamente 744 K (473 °C, 883 °F).

Quando queima no ar, o magnésio produz uma luz branca brilhante. Esta propriedade foi aplicada nos primeiros dias da fotografia, quando o pó de magnésio (pó de flash) foi usado como fonte de iluminação. Mais tarde, a fita de magnésio foi usada em lâmpadas de flash eletricamente inflamadas.

Dados

Massa atômica – 24,3050(6) u
Configuração eletrônica – 3s²
Elétrons – 2, 8, 2
Ponto de fusão – 923 K
Ponto de ebulição – 1363 K
Entalpia de fusão – 8,954 kJ/mol
Entalpia de vaporização – 127,4 kJ/mol

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.