Novo sistema do Enem é anunciado; entenda o que mudou

O Ministério da Educação apresentou alterações importantes para o Enem em uma entrevista coletiva.

O Ministério da Educação apresentou alterações importantes para o Enem em uma entrevista coletiva. Com previsão para serem aplicadas a partir de 2024, as mudanças devem conter provas com questões discursivas e bonificação para concorrentes com curso técnico.

A prova do Enem hoje é formada apenas por questões objetivas, ou seja, o candidato escolhe a sua resposta entre algumas opções concedidas. Além disso, há uma redação, que precisa ser escrita pelo candidato e é corrigida separadamente do restante da prova. Porém, com o novo Enem, questões que precisarão ter suas respostas escritas, conhecidas como “discursivas”, serão implementadas na prova. Mauro Rebelo, que é secretário de Educação Básica do MEC, explica o motivo da mudança: “Estamos dando um peso maior à produção escrita do estudante.”

A mudança no Enem acompanha o modelo do novo ensino médio, previsto para ser aplicado a partir deste ano no País, em que a carga curricular será dividida em duas partes: uma será igual para todos os estudantes, planejada pela Base Nacional Comum Curricular, enquanto a outra será formada por um itinerário aprofundado em uma área de aprendizado, onde cada aluno poderá escolher o que mais se identifica. Entre as opções estão: linguagem, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e ensino técnico.

Devido a esta mudança e seguindo a lógica proposta, as provas do Enem também serão divididas. Assim, o modelo de prova feito em dois dias será mantido, sendo que em um dia a prova será focada no itinerário planejado pela Base Nacional Comum Curricular, e no outro será focada na formação específica que o estudante escolher durante o ensino médio.

No primeiro dia, a prova será composta por questões de português, matemática e inglês, mais a redação. No segundo dia, o candidato escolherá sobre qual modelo responderá: linguagens, ciências humanas e sociais aplicadas; matemática, ciências da natureza e suas tecnologias; matemática, ciências humanas e sociais aplicadas; ou ciências da natureza, ciências humanas e sociais aplicadas.

Cada universidade escolherá as áreas necessárias para o ingresso a depender dos cursos ofertados, e os candidatos terão de escolher as questões que responderão com base nos requisitos do curso desejado.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More