Numeral

Numeral é a palavra que indica os seres em termos numéricos, isto é, que atribui quantidade aos seres ou os situa em determinada sequência. Podem ser numerais cardinais, ordinais, multiplicativos, fracionários ou coletivos.

0

Você que estuda a língua portuguesa já deve saber que nosso código está dividido em áreas de estudo, entre elas, a Morfologia, responsável por analisar os aspectos das palavras de maneira isolada. Dentro da Morfologia estão elencadas as dez classes gramaticais, ou classes de palavras, entre elas o numeral. Para facilitar sua rotina de estudos – afinal de contas, para quem quer alcançar a proficiência na modalidade escrita é indispensável conhecer bem as dez classes e suas funções – o site Escola Educação traz agora para você uma explicação sucinta e eficiente sobre o numeral. Sempre que houver alguma dúvida sobre o assunto, basta nos consultar. Boa leitura e bons estudos!

O que são numerais?

Os numerais são palavras cuja finalidade é indicar quantidades de pessoas ou coisas, assim como a ordenação de elementos numa série. Está entre as dez classes gramaticais que compõem a Morfologia da língua portuguesa. Observe os exemplos:

  • Ontem fui ao shopping e comprei dois pares de sapatos novos.
  • Meu carro é o terceiro no lado esquerdo do estacionamento.
  • Estou recebendo o triplo para exercer as mesmas funções em meu novo emprego.
  • Eu ganhava um terço do que ganho agora.
  • O bimestre já está acabando e ainda não consegui recuperar minhas notas.
  • Metade dos alunos compareceu à aula de sábado.
  • Eu moro na segunda casa daquela travessa.
  • Nós viajaremos para São Paulo dentro de três dias.
  • Semestre que vem pretendo melhorar minhas notas na faculdade!

Classificação dos numerais

Os numerais podem ser classificados em:

  • numerais cardinais
  • numerais ordinais
  • numerais multiplicativos
  • numerais fracionários
  • numerais coletivos

Vamos aprender mais sobre cada um deles? Fique atento!

Numerais cardinais: Os numerais cardinais servem para indicar a quantidade de seres ou coisas.

Exemplos: mil, duzentos, um, vinte e sete, quarenta e nove, cem…

Em 2020 completarei trinta e seis anos de idade.

Comprei dois livros do Machado de Assis para ler nas férias.

Meu filho comprou um álbum de figurinhas e três gibis.

Numerais ordinais: Os numerais cardinais servem para indicar o número de ordem, posição ou lugar ocupado em uma série.

Exemplos:

Michele e Lucas, alunos do terceiro ano, conseguiram, respectivamente, a primeira e a segunda colocação nas olimpíadas de matemática.

Eu cheguei em terceiro lugar na maratona de São Paulo.

É a primeira vez que visitamos o Theatro Municipal de São Paulo.

Nossa faculdade alcançou a vigésima segunda colocação entre as melhores do Brasil.

Numerais multiplicativos: Servem para indicar o número de vezes que uma determinada quantidade foi multiplicada, indicando assim um aumento proporcional dessa mesma quantidade.

Exemplos:

Eu ganho o dobro que o meu colega de trabalho.

Hoje vieram o triplo de alunos para a escola se comparado a ontem.

Passaremos três noites em um quarto quadrúplo de um hotel em Buenos Aires.

Numerais fracionários: Fazem referência ao fracionamento de uma unidade, de um todo, indicando assim suas frações, divisões e partes.

Exemplos:

Tirei três décimos na prova de Física.

Metade dos professores aderiu à greve.

Quero dois quartos desta torta de chocolate.

Não consegui resolver nem um terço dos problemas da lista de matemática.

Numerais coletivos: Fazem referência aos numerais que, no singular, indicam o conjunto de algo, definindo assim o número exato de seres que integram esse conjunto.

Exemplos:

Filho, vá ao supermercado e traga uma dúzia de ovos para a mamãe.

Eu encomendei vinte centos de salgados para nossa festa de casamento.

Comprei uma dezena de livros para ler durante o ano.

Nós receberemos o pagamento assim que a quinzena for encerrada.

Flexão dos numerais

Os numerais fazem parte das classes de palavras variáveis, haja vista que podem sofrer flexão de gênero (masculino e feminino) e número (singular e plural). Contudo, nem todos podem ser flexionados, a esses damos o nome de invariáveis.

Os numerais cardinais variam em gênero (um – uma; quinhentos – quinhentas; dois – duas; duzentos – duzentas; etc). Variam em número os seguintes numerais cardinais: milhão – milhões; bilhão – bilhões e trilhão – trilhões. Os demais são invariáveis.

Exemplos:

Vimos quatro alunas colando na prova de Química

Vimos quatro alunos colando na prova de Química.

Vou à papelaria comprar vinte borrachas.

Vou à papelaria comprar vinte lápis.

Os numerais ordinais podem variar em gênero e número.

Exemplos:

Ele foi o primeiro colocado na competição.

Ela foi a primeira colocada na competição.

Eles foram os primeiros a chegar aos locais da prova.

Elas foram as primeiras a chegar aos locais da prova.

Os numerais multiplicativos são invariáveis enquanto substantivos, mas variam em gênero e número enquanto adjetivos.

Exemplos:

Essa nova avaliação de Literatura tem o duplo da importância da avaliação anterior. (duplo = substantivo)

Essa nova avaliação de Literatura tem dupla importância em relação à avaliação anterior. (dupla = adjetivo)

Numerais fracionários: Variam em gênero e número conforme o numeral cardinal que os antecedem.

Exemplos:

Comi um terço do bolo de cenoura.

Comi dois terços do bolo de cenoura.

Comi uma terça parte do bolo de cenoura.

Comi duas terças partes do bolo de cenoura.

Numerais coletivos: Variam apenas em número.

Exemplos:

Comprei uma dúzia de ovos na feira de domingo.

Comprei três dúzias de ovos na feira de domingo.

Luana Alves
Graduada em Letras

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.