Filme polonês “Rei das Fugas” é sucesso entre assinantes da Netflix

Filme que retrata a vida de um grande criminoso da Polônia conquista o público da Netflix.

Entre os 10 filmes mais assistidos do mundo hoje, o filme “Rei das Fugas”, produção polonesa, tem conquistado o público da maior rede de streaming atual, a Netflix.

Com uma mistura de suspense, comédia, romance e ação, o filme, que é realmente intrigante, conta a história de um bandido que fugiu diversas vezes da prisão, mas que um dia, por amor, decide mudar de vida. Acompanhe mais detalhes no texto a seguir!

Leia também: Netflix: 3 filmes para fazer você acreditar em milagres

O “Rei das Fugas”

Um bandido nada comum, conhecido pelo seu potencial ardiloso, capaz de o livrar não uma, mas cerca de 29 vezes da prisão. Assim é a vida de Zdzislaw Najmrodzki um grande criminoso da Polônia. Um homem tão perspicaz que sua história não poderia seguir de outra maneira a não ser torna-se filme.

O filme é dirigido por Mateusz Rakowicz (Romantik) e chama muito a atenção, já que a história é um tanto quanto intrigante. Alguém que vive fugindo é capaz de ser tocado pelo amor de uma mulher que o fará repensar sua vida?

A fotografia e a história do filme estão nos topos da lista de sucesso. Sua produção se assemelha bastante à famosa série La Casa de Papel e intriga diversas pessoas. Contudo, a crítica já está aquecida e são destacados alguns pontos da produção.

As principais críticas ao filme

Todo bom filme precisa passar por críticas, até mesmo para se estabelecer no topo, é como diz o ditado: “quanto mais falado, mais visto”. Assim, com o sucesso do filme polonês, críticos ávidos e conhecidos do meio já publicaram algumas considerações.

Um dos elogios é o modo com o qual o diretor lida com a câmera, utilizando várias nuances e enquadramentos, com cenas de câmera lenta e outras que lembram bastante algumas cenas do aclamado Matrix.

A crítica negativa está relacionada com a pouca abordagem do roteiro. Segundo os críticos, o diretor poderia ter focado mais em passar a história ao invés de tirar a atenção do público com tantas cenas de câmera.

E você, já assistiu? Concorda com essas críticas?

Se você ainda não assistiu o filme, pode ser um bom programa para o final de semana, o que acha?

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More