O que os psicopatas têm em comum? Fique atento a esses traços

O número de estudos científicos voltados para a identificação dos psicopatas só cresce. Algumas das características observadas já foram classificadas.

O diagnóstico de psicopatia é dado para alguém que sofre de um distúrbio psíquico que afeta diretamente a sua forma de interação social, portanto muitas vezes o indivíduo se comporta de maneira anormal e apresenta características antissociais. Atualmente há estudos voltados para a análise e compreensão dos traços de psicopatia.

Leia mais: É possível identificar uma psicopata do sexo feminino?

Traços de psicopatas

Os psicopatas não compartilham nenhuma característica física que nos permite identificá-los de imediato. Este transtorno não é possível de ser diagnosticado por meio de um exame morfológico, por exemplo, muito menos diante de um indicativo como o de uma modificação estética, como a que é vista no caso da síndrome de Down.

Muitos estudiosos já se debruçaram por anos em pesquisas para tentar entender os psicopatas e quais as suas respectivas características. Um trabalho publicado em 2006 buscou identificar quais os principais traços de psicopatia. Eles foram categorizados de acordo com a Lista de Verificação de Psicopatia Revistada (PCL-R) de Hare (1991).

Os autores levaram em consideração seis psicopatas – incluindo personagens fictícios – para fazer o levantamento. Alguns dos nomes são mundialmente famosos por causa dos seus atos. Estamos falando de:

  • Ted Bundy: foi um assassino em série que usou seu charme superficial para sequestrar, estuprar e assassinar cerca de cem mulheres nos Estados Unidos durante os anos 70. Além disso, Bundy admitiu também ter aderido à necrofilia com os corpos e as cabeças decapitadas de algumas das suas vítimas.
  • Chuck Yeager: tido como um ás da aviação nos Estados Unidos, Yeager ficou conhecido como a primeira pessoa que “quebrou” a barreira do som. Ele serviu como piloto de caça durante a Segunda Grande Guerra e serviu de inspiração para o personagem Maverick, o tenente do filme Top Gun (1986).
  • James Bond: também conhecido como 007, Bond é um agente secreto fictício criado em 1953 pelo escritor Ian Fleming. O personagem é retratado nos filmes como um espião assertivo, charmoso e destemido.
  • Clyde Barrow: Barrow fora um jovem estadunidense que se envolveu com o crime. Ao lado da sua namorada, Bonnie, ele realizou vários assaltos pouco antes da Segunda Guerra Mundial ter início. Ambos até chegaram a matar policiais e civis em seus atos criminosos.
  • Bernie Madoff: foi o fundador e presidente de uma sociedade de investimento que foi iniciada em 1960 e que levou o seu nome. Tal sociedade acabou por se tornar uma das mais relevantes de Wall Street. Ademais, Bernie foi uma das maiores figuras da filantropia judaica.
  • Sherlock Holmes: o personagem fictício da literatura britânica foi criado por Sir Arthur Conan Doyle. Sherlock é um investigador heroico e meticuloso do final do século XIX e início do século XX.

Metodologia do estudo

Os pesquisadores recrutaram 76 participantes e pediram que eles lessem os históricos de alguns dos casos dos seis personagens, então que os classificassem de acordo com três escalas de personalidade que foram previamente estabelecidas por psiquiatras que se dedicaram a estudar a natureza dos psicopatas.

Resultados identificados

Os traços que ganharam destaque em todos os seis psicopatas listados, segundo a análise das respostas dos participantes, foram os seguintes: ousadia, assertividade, busca de emoção, domínio e baixa ansiedade. Contudo traços como hostilidade, insensibilidade, manipulação, desonestidade e arrogância foram atribuídos apenas a Bundy, Barrow e Madoff.

Heróis classificados como psicopatas

Como você deve ter percebido, havia alguns heróis – como Sherlock, por exemplo – na lista de psicopatas que os participantes foram convidados a analisar, porém os resultados do estudo indicaram que esses personagens podem ter sido identificados como psicopatas de forma errônea por causa das suas personalidades destemidas e assertivas.

No entanto essas características não são exclusivas de indivíduos psicopatas! Os traços indicativos de heroísmo destemido são diferentes daqueles sugestivos da psicopatia clínica e bem-sucedida, que são algumas das classificações utilizadas para enquadrar psicopatas.

Psicopata bem-sucedido

Aquele psicopata de sucesso ou bem-sucedido, de acordo com o autor Cleckley, é o indivíduo que apresenta traços psicopáticos centrais, porém não mostra comportamentos criminosos ou antissociais sérios. Nesse sentido, os resultados do estudo mostraram que somente as pontuações de Madoff foram correspondentes a esta classificação.

Conclusão dos autores

Os pesquisadores em questão informaram que há diferentes tipos de psicopatas e que o desenvolvimento de intervenções clínicas eficazes para lidar com cada um deles exigirá que os psicólogos questionem a ideia de que a psicopatia é um problema com origem homogênea e também que identifiquem diferentes variáveis que podem, de fato, levar à psicopatia.
você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More