Os temas de redação que podem cair no Enem 2018

Confira alguns dos assuntos que podem ser tema da redação do exame.

0

O objetivo de escrever qualquer redação é mostrar que você pode pensar criticamente sobre o tema que está em questão. Isso significa ir além de apenas colocar todas as informações que te foram dadas no texto-base.

Uma vez que você tenha um olhar crítico sobre a temática, você deve voltar sua atenção para os argumentos. Isso pode parecer ir contra o que você aprendeu sobre escrever redações, mas é a chave para extrair um bom conteúdo.

A edição de 2018 do Enem está próxima e alguns assuntos de grande relevância podem ser abordados como tema de redação para este ano. Confira alguns dos assuntos que podem cair na prova:

  • Preconceito linguístico

Preconceito linguístico é a discriminação feita por causa da linguagem, sotaque ou dialeto que uma pessoa apresenta. No Brasil há uma variedade de sotaques diferentes. Eles podem ser detectados pelas variações de som, prosódia e léxico, por exemplo

A discriminação linguística acontece muitas vezes com a justificativa de que uma determinada pronúncia ou dialeto “não é apropriado”, o que leva a disseminação de problemas éticos.

  • Impacto das fake news na sociedade

Em 2013, o Fórum Econômico Mundial fez um alerta onde dizia que informações não confiáveis ​​que se tornam populares na internet seriam uma das maiores ameaças enfrentadas pela sociedade.

As fake news mais comuns que ouvimos falam sobre política. Uma das principais preocupações é que elas podem polarizar a sociedade, particularmente durante eventos políticos.

  • Bullying nas escolas

Um tema que pode ser abordado é o bullying e as maneiras que ele pode afetar o bem-estar dos alunos. Esse problema pode ser associado com o baixo desempenho escolar, ansiedade e depressão de crianças e adolescentes.

Além disso também há os estudantes que fazem o bullying – e as consequências que podem se estender até a idade adulta, variando de comportamento violento ao abuso de substâncias ilícitas.

  • Analfabetismo no Brasil

O Brasil está enfrentando uma crise de alfabetização. Apesar do problema não ser novidade, mas seu impacto sobre os mais jovens, na economia e na sociedade é de longo alcance e expansão. Dados do IBGE e do Ibope revelam o problema: 11,8 milhões de pessoas são analfabetas e 38 milhões são analfabetos funcionais.

  • Impacto das redes sociais na saúde mental

A ascensão das mídias sociais fez com que nós, como população global, ficássemos mais conectados do que jamais estivemos. No entanto, a dependência gerada pode ter um efeito prejudicial em nossa saúde mental. Embora as plataformas de mídia social possam ter seus benefícios, usá-las com muita frequência pode fazer com que uma pessoa se sinta cada vez mais infeliz e isolada a longo prazo.

Fonte: G1

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.