Ossos de perna de Tescelossauro foram encontrada nos EUA

Indícios apontam que a morte do dinossauro tenha sido há 66 milhões de anos.

Pesquisadores podem ter descoberto o que é considerado uma “joia rara” da paleontologia. Foi encontrado em solo norte-americano ossos correspondentes ao que seria a perna de um dinossauro herbívoro e bípede, denominado pelos paleontólogos como tescelossauro.

Muito bem preservado e ainda com restos de pele, indícios revelam que o animal pode estar morto há 66 milhões de anos, no mesmo dia em que supostamente o impacto do asteroide eliminou os dinossauros da Terra.

Para saber sobre o fóssil de dinossauro que pode ter morrido no mesmo dia da queda do asteroide, leia o artigo na íntegra!

Leia mais: Dinossauros Herbívoros.

Confira as informações divulgadas

Por conta da falta de machucados como mordidas e outros sinais semelhantes a ataques de predadores, não há sinal de que o tescelossauro tenha sido morto por outro dinossauro ou doença. A perna encontrada está perfeitamente conservada, contando até mesmo com pedaços da pele escamosa.

No entanto, o que os cientistas acreditam é que a causa da morte tenha sido a onda derivada do impacto do asteroide. A datação foi realizada a partir de detritos que choveram por um tempo específico logo após o impacto do asteroide.

O fóssil foi encontrado no sítio paleontológico de Tanis, localizado no estado de Dakota do Norte. Uma cidade que fica a cerca de 3 mil km do local onde acreditam que o asteroide tenha caído, próximo a península de Yucatán, no México.

Devido ao impacto causado, um tsunami foi originado, e tornou-se responsável pela destruição e soterramento de animais aquáticos e terrestres.

Além da perna do tescelossauro, foi encontrada uma tartaruga espetada por uma estaca de madeira; mamíferos bem pequenos em suas tocas; pele de um tricerátops e um embrião de pterossauro ainda dentro de seu ovo.
A perna foi considerada a primeira evidência direta de como o asteroide de fato afetou toda a vida na Terra. Acredita-se que o asteroide tenha aproximadamente 10 quilômetros de diâmetro e tenha sido responsável por uma grande extinção em massa.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More