Profissões para se aposentar mais cedo

Confira quais profissões integram a chamada “aposentadoria especial”.

Você sabia que há profissões para se aposentar mais cedo? Pois saiba que enfermeiros e eletricistas, por exemplo, fazem parte da categoria que tem direito à aposentadoria especial, que possibilita ao profissional a oportunidade de parar de trabalhar após 15, 20 ou 25 anos de contribuição.

Leia mais: Descubra quais são as 4 profissões que mais empregam no Brasil

Por que algumas profissões permitem que a aposentadoria seja adiantada?

Este benefício é um direito de todos que trabalham ou já trabalharam em atividades que colocam sua saúde e integridade física em risco, devido à exposição a agentes danosos, como o ruído e calor excessivos, agentes químicos e biológicos, durante um período contínuo e ininterrupto, em níveis acima dos estabelecidos por lei.

Para ter acesso à aposentadoria especial, o contribuinte deve comprovar que ficou ao menos 180 meses, ou seja, 15 anos da sua vida profissional no exercício de alguma atividade insalubre.

Ademais, o tempo mínimo de contribuição nesses casos varia entre 15, 20 a 25 anos, conforme o grau de periculosidade e agressividade do agente ao qual o trabalhador foi exposto durante seu período em atividade.

Profissões para se aposentar mais cedo – Quais são?

1. Dentistas e enfermeiros

Estes profissionais trabalham expostos aos agentes biológicos que estão presentes na área hospitalar e clínica e que são altamente nocivos à saúde, além disso, também têm contato constante com ferimentos, medicamentos, resíduos, produtos químicos e material hospitalar.

2. Eletricistas

A atividade exercida por esses profissionais é considerada perigosa, uma vez que eles trabalham com manutenção e instalação de redes elétricas de alta tensão, o que os expõe a situações que podem vir a comprometer sua saúde e integridade física, tais como choques elétricos e quedas.

3. Aeronautas

Neste caso, a aposentadoria especial é válida devido à exposição à pressão atmosférica anormal, como, por exemplo no caso, do comandante da aeronave (piloto), além do copiloto e comissário de bordo.

Além desses, também estão incluídos nessa categoria profissionais que trabalham com agentes nocivos, como óleo, graxa e ruído, que estão presentes no trabalho dos mecânicos de voo, radioperador de voo e navegador.

4. Vigilantes e guardas com porte de arma de fogo

Esses profissionais têm direito à aposentadoria especial porque trabalham diariamente com o uso de arma de fogo, desse modo, estão expostos a agentes que comprometem integridade física e a saúde do trabalhador.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More