ProUni: Inscrição para concorrer a bolsas já está disponível

O prazo para os interessados se inscreverem vai até quinta-feira.

Estão abertas as inscrições para a segunda edição do Programa Universidade para Todos em 2022 (ProUni). Estudantes interessados em bolsas para o ensino superior podem acessar o site do ProUni e se inscrever no programa até esta quinta-feira, 4 de agosto. Se você quiser ter mais informações sobre as inscrições para o ProUni, basta continuar lendo este artigo.

Leia mais: FIES E ProUni 2022.2: Ministro Confirma As Datas De Inscrição

Veja mais detalhes sobre as inscrições para o ProUni em 2022!

Podem se inscrever no ProUni do segundo semestre de 2022, os estudantes interessados em bolsas parciais (50%) ou bolsas integrais (100%) em várias universidades privadas. Contudo, é preciso que os alunos tenham sido aprovados no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) e tenham obtido pelo menos 450 pontos em cada disciplina do exame. Além disso, o aluno não pode ter zerado a prova de redação ou ter feito a avaliação como treineiro.

A lista de candidatos pré-selecionados e os resultados serão disponibilizados no site do programa e incluirão duas chamadas, que irão ocorrer, até o momento, nos dias 8 e 22 de agosto.

Entenda a mudança sobre modalidade de concorrência

Uma das novidades desta rodada do ProUni é que as inscrições devem ser submetidas por meio de uma das duas modalidades de competição: competição extensa ou declarações afirmativas. Sendo assim, haverá uma ordem de prioridade para cada método de classificação dos candidatos que se inscreveram.

Outra mudança é o desejo do aluno de concorrer às bolsas do ProUni sendo ampliadas para além de seus padrões acadêmicos originais. A classificação levará em consideração o tipo de competição que o aluno escolher ao se inscrever em um curso, turno, local da oferta ou instituição. Dentro de cada tipo de competição, a seguinte ordem deve ser respeitada:

  • Professor da rede pública de ensino, apenas para os cursos de licenciatura e pedagogia destinados a preparar alunos para o magistério da educação básica;
  • Aluno que concluiu o ensino médio integralmente em instituição pública;
  • Aluno que concluiu o ensino médio parcialmente em escola pública e parcialmente em instituição privada, com ou sem a exigência de auxílio financeiro;
  • Aluno que concluiu o ensino médio integralmente em instituição privada com a condição de ser auxiliar financeiro em tempo integral naquela instituição e;
  • Aluno que tenha concluído todo o currículo do ensino médio em instituição privada, seja com a condição de auxílio financeiro parcial da instituição competente ou sem auxílio financeiro.
você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More