Você sabia que alguns animais são os últimos de seu gênero?

Ratel, Narval e Jacaré-negro são alguns exemplos dessa realidade.

Os seres vivos são muito complexos, e para estudá-los de maneira mais organizada, a biologia criou formas de classificação. Nesse sentido, muitas espécies foram evoluindo e outras deixaram de existir. Com isso, alguns animais são os últimos do seu gênero. Continue lendo e saiba mais sobre 3 deles.

Veja também: Animais perigosos presentes nas zonas urbanas: veja quais são eles!

A classificação dos seres vivos

Diante da quantidade de seres vivos no mundo e da tamanha diversidade deles, foi criada a taxonomia. Trata-se da forma que a biologia encontrou para classificar esses seres e poder estudá-los. Sendo assim, ela consiste em uma classificação decrescente em:

  • reino;
  • filo;
  • classe;
  • ]ordem;
  • família;
  • gênero;
  • espécie.

Isso quer dizer que o reino é a classificação mais abrangente, que vai se especificando a cada classificação até chegar nas espécies, que são o mais específico. No caso do ser humano, a espécie é Homo sapiens, e esta é a única ainda existente do gênero Homo, sendo todas as outras extintas.

3 animais que são os últimos de seus gêneros

O Homo sapiens não é a única espécie que é a última do seu gênero. Confira abaixo mais 3 animais que estão nesta mesma situação.

Ratel ou texugo-do-mel: é um animal pequeno, mas que consegue enfrentar animais grandes como leões. Além deste fator que pode ter auxiliado na sua sobrevivência, ele também tem uma pele espessa, é imune a alguns venenos de cobra e tem um cérebro desenvolvido.

Narval: estes são os conhecidos unicórnios marinhos devido ao chifre que possuem. Esses animais vivem no mar do Ártico, podem cruzar com belugas e são considerados como uma baleia mergulhadora, ou seja, nadam em águas profundas de até 1,3 km para se alimentar.

Jacaré-Açu: este não só é o último do seu gênero, mas é o maior animal da sua família, crescendo até 4,6 metros. Em adição a isso, são predadores natos que vivem nas florestas tropicais e, em inundações, eles acompanham as águas antes de voltar para os rios e lagos. Infelizmente, é um animal ameaçado de extinção.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More