Qual é a diferença entre “este” e “esse” e quando usar?

Qual é a diferença entre “este” e “esse” e quando usar? Os termos ‘este’ e ‘esse’ ocupam a classe de pronomes demonstrativos de acordo com as nossas gramáticas da língua portuguesa. Entretanto, esses termos têm funcionamentos distintos em uma frase, de forma que são facilmente confundidos por muitos que tentam seguir a norma culta padrão da nossa língua.

Para compreender melhor e não errar as condições de seus usos, selecionamos aqui suas diferenças para não deixar mais dúvidas.

Primeiramente, é preciso saber o que os pronomes demonstrativos são aqueles que indicam a posição de: a) daquele que fala, b) com quem se fala e c) de quem se fala, ou seja, as chamadas pessoas gramaticais.

Portanto, vemos que cada uma dessas utilizações variam de acordo com o espaço, com a escrita, ou seja, o texto e com o tempo, e, de acordo com o que se pretende, é empregado um desses três tipos de formas, e você deve estar atento a isso, observe que eles podem ser divididos em três tipos:

1 – Este, esta, estes, estas, isto
Podem ser empregados em relação ao:
a) espaço: indicando o que está próximo de quem se fala:
Estes meninos são bagunceiros.

Importante: Quando a coisa de que se fala estiver próxima a pessoa que se fala e se puder ser acompanhada, mesmo que implícita, do advérbio ‘aqui’, devemos utilizar a forma este, observe:
Redijo este texto (aqui) para te contar sobre a viagem.

b) texto: indicando o que será dito, indicando uma catáfora:
Este artigo tem como objetivo ensinar.

c) tempo: indicando o presente, ou seja, o momento em que se fala:
Este curso que estamos fazendo é incrível.

2 – Esse, essa, esses, essas e isso
a) espaço: indicando o que está próximo de quem se fala:
Esses jornais são velhos.

b) texto: indicando algo que já foi dito antes, indicando uma anáfora:
Essa semana fez muito calor. Esses dias foram terríveis.

c) tempo: indicando o tempo anterior e posterior ao momento que se fala:
Ontem eu fui ao shopping, isso foi cansativo.

3 – Aquele, aquela, aqueles, aquelas e aquilo
a) espaço: indicando aquilo que está longe de quem fala e de com quem se fala:
Aquelas pessoas ali estão esperando o ônibus.

b) texto: são associados aos pronomes este, esta, estes e estas quando retoma dois elementos já citados:
João e Pedro são primos, este é filho da Ana e aquele, filho de Maria.

Note que é empregado este para o último elemento citado, no caso Pedro, e aquele para o primeiro, João.

c) tempo: indicam um tempo bem anterior ao que se fala:
Morou na Bahia, que, naquela época, era mais quente que hoje em dia.

Lembre-se: essas formas apresentadas possuem algumas variações, sendo elas: neste, nessa, deste, dessa, e elas seguem as mesmas regras.

Importante: Quase todas essas formas podem, também, ser reduzidas a outros elementos equivalentes aos já apresentados, são eles: o(s), a(s), mesmo(a), tal(is), próprio(a), semelhante, observe:

Estes meninos não são os que me referi.
Não esperávamos dele tal conduta.
Exigiram exatamente o que não precisava.

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More