Conheça o efeito que o som alto pode ter para o coração

Pesquisa indica que som alto pode causar graves danos ao órgão.

Som alto é algo que pode trazer bastante perturbação para algumas pessoas, especialmente para aquelas mais sensíveis, como crianças e idosos. Em boa parte dos casos, podem até causar brigas entre vizinhos e acabar em caso de polícia. Além disso, algumas pesquisas indicam que ele ainda pode fazer muito mal para a saúde do coração.

Leia mais: Veja as dicas da ciência para escolher o som de despertador perfeito

Os efeitos da poluição sonora

No geral, a poluição sonora não é tão levada a sério pelas pessoas, mesmo que incomode bastante. Porém, os estudos sobre os malefícios que ela pode trazer são bem antigos, especialmente quando falamos dos grandes centros urbanos. Por conta disso, existem diversas leis com o objetivo de reduzir os efeitos dessa poluição.

Inclusive, muito mais do que provocar estresse e desatenção, o som alto pode causar um imenso problema para o coração de pessoas mais vulneráveis, como idosos, crianças e indivíduos com problemas mentais.

O que os estudos indicam?

Há mais de 50 anos são realizadas pesquisas sobre o efeito de ruídos altos em relação à alterações cardíacas, mas no começo não produziram tantos resultados. Porém, nos últimos 10 anos, alguns cientistas conseguiram identificar mudanças bem relevantes na frequência cardíaca, tendo o som alto como principal agravante.

Quando ele fica muito alto, pode acabar estimulando sistemas do nosso cérebro que são responsáveis pelas emoções, então o corpo passa a produzir respostas estimulando alguns hormônios, como adrenalina e cortisol. Nesse caso, ambos podem acabar prejudicando nosso coração quando liberados em excesso. Assim, algumas inflamações podem surgir, impossibilitando até mesmo noites de sono tranquilas e uma rotina saudável.

Após os estudos, a exposição ao ruído alto passou a fazer parte da lista de contra indicações pelos cardiologistas, principalmente para pacientes que possuem alguma doença no coração. Segundo os especialistas, é possível até mesmo comparar essa condição ao efeito do fumo passivo em relação aos danos que podem causar ao nosso sistema cardiovascular.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More