Qual tipo de economia a China tem?

A China tem a segunda maior economia do mundo em termos de produto interno bruto (PIB) e paridade de poder de compra (PPC).

0

A China tem a segunda maior economia do mundo em termos de produto interno bruto (PIB) nominal. Também é a maior economia em termos de paridade de poder de compra (PPC). Oficialmente, na República Popular da China, o país tinha um PIB nominal estimado de US$ 13,457 trilhões em 2018.

Já no caso do PPC nesse mesmo ano era de aproximadamente US$ 25,313 trilhões. A China opera como uma economia de mercado socialista, que é caracterizada por empresas estatais e propriedade pública dentro de uma economia de mercado.

Por definição, uma economia de mercado é aquela em que as principais decisões na economia são controladas pela oferta e demanda, que são os dois principais fatores que influenciam os preços. Segundo o governo da China, a economia é uma das etapas para alcançar o socialismo total.

No entanto, alguns economistas argumentam que a atual forma de propriedade estatal na China é na verdade um tipo de capitalismo de estado e não uma economia de mercado socialista.

A economia da China é socialista?

Alguns especialistas em economia afirmam que a economia da China representa o capitalismo de estado e não uma economia de mercado socialista. Essa afirmação surgiu nas décadas de 1980 e 1990, depois que o país passou por várias reformas econômicas e industriais.

Além disso, o argumento para o capitalismo de estado está ligado à maneira como o país administra as empresas que possui. O governo chinês opera essas empresas da mesma forma que as empresas privadas operam, o que significa que o governo mantém todos os lucros.

No entanto, em um verdadeiro sistema “socialista”, esses lucros seriam distribuídos de forma a beneficiar toda a população. Portanto, os críticos questionam se a palavra “socialista” deveria ser usada para descrever a economia da China.

Em resposta a tais argumentos, o governo da China introduziu um programa de reformas em 2017. No âmbito do programa, o governo incentiva empresas de propriedade do Estado a enviar dividendos ao governo central.

Além disso, o governo transferiu alguns de seus ativos estatais para fundos de seguridade social. Essas transferências destinam-se a ajudar a garantir que as pensões sejam financiadas ou possam ser usadas para financiar outros programas sociais.

Pesquisa sobre a economia da China

Em 2005, dois economistas chineses, Chenggang Xu e Julan Du, conduziram um estudo destinado a determinar o tipo de economia que opera na China. Curiosamente, eles concluíram que o sistema encoraja o capitalismo e que não representa uma economia de mercado socialista.

Mais precisamente, os dois especialistas descreveram a economia como uma forma instável de capitalismo. Esta conclusão foi alcançada depois que o estudo observou que a economia do país permite a propriedade privada de ações, particularmente através dos mercados financeiros.

A maior parte da literatura sobre o socialismo de mercado concorda que esse tipo de propriedade privada de ações não deveria existir no socialismo de mercado. A conclusão do estudo também foi explicada pelo fato de as empresas manterem todos os lucros em vez de redistribuí-las ao público. Outros estudos não chegaram às mesmas conclusões

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.