Quanto Ganha Um Corretor De Seguros?

Esse profissional é responsável por consultar todos os riscos, identificando necessidades individuais e trazendo uma solução viável na cotação do seguro.

0

O corretor de seguros é o profissional que possui o  compromisso de oferecer o melhor serviço para o cliente, atendendo às suas necessidades e expectativas, no que se refere a questões de  seguros de vida, saúde, residência e automóveis, entre outros, além de aconselhar e dar o suporte técnico necessário aos clientes.

Veja também: Quanto ganha um Corretor de Imóveis? Salário e Atribuições

Quer saber mais sobre esse mercado de trabalho? Salários, atribuições e muito mais? Confira agora:

Atribuições de um corretor de seguros

  • Fazer cotações de seguros;
  • Apoiar o cliente no preenchimento dos formulários de proposta de seguros;
  • Protocolar a proposta de seguro na seguradora;
  • Verificar a apólice de seguro antes de ser assinada pelo cliente;
  • Assessorar o cliente enquanto durar o contrato de seguro.

Possíveis áreas de atuação de um corretor de seguros

  • Escritório próprio
  • Como consultor autônomo
  • Empresas seguradoras
  • Empresas de consultoria em seguros
  • Empresas judiciárias (leilões)

    Quanto ganha um corretor de seguros?

    De acordo com o site de empregos Catho, os corretores de seguros no Brasil recebem um salário entre R$ 1.300 e R$ 3.500, com média salarial nacional de R$ 2.227.

    Essa média varia de acordo vários fatores. Tais quais:

  • Tempo de experiência;
  • Qualificação (cursos de atualização, aperfeiçoamento etc.);
  • Tipo de seguro com o qual trabalha;
  • Região do país onde atua;
  • Desempenho nas vendas, que se traduz em comissões;
  • Regime de trabalho (empregado contratado, autônomo).Outros cargos relacionados à corretagem de seguros e suas respectivas médias salariais segundo o site são:
  • Analista de Seguros: R$ 2.167;
  • Assistente de Seguros: R$ 1.366;
  • Técnico em Seguros: R$ 1.850;
  • Consultor de Seguros: R$ 1.363.

Quanto ganha um corretor de seguros autônomo?

Como sua forma de prestação de serviço é para empresas ou pessoas por tempo específico, sem vínculo empregatício, sua remuneração vai ser proporcional ao seu empenho e a sua capacidade de fechar novos contratos. Podendo variar tanto ultrapassando o teto que você ganharia trabalhando de carteira assinada quanto menor. Isso ocorre devido ao fato de não existir nenhuma garantia ou remuneração fixa.

Para evitar a oscilação dos seus rendimentos mensais é importante criar reservas financeiras e pensar em estratégias para diversificar as fontes de receita.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.