Qual o salário de um técnico, analista e perito do INSS

Descubra quanto ganha quem trabalha no INSS, quais são os benefícios que estes servidores têm direito, e como ingressar em uma das carreiras.

0

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi criado em 1990, através de um decreto que possibilitou a fusão entre o Instituto de Administração Financeira da Previdência e Assistência Social (IAPAS) e o Instituto Nacional de Previdência Social (INPS).

O órgão é uma autarquia vinculada ao Ministério da Previdência e Assistência Social (MPAS). De acordo com o site do mesmo, cabe ao INSS, “a operacionalização do reconhecimento dos direitos dos segurados do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) que abrangeu mais de 50 milhões de segurados e aproximadamente 33 milhões de beneficiários em 2017”.

Muitos brasileiros têm como objetivo trabalhar em órgãos federais, entre eles, o INSS. Vários fatores contribuem para despertar este desejo, inclusive, os vencimentos do servidores da autarquia. Sendo assim, descubra quanto ganha quem trabalha no INSS.

Quanto ganha um técnico do INSS?

O técnico de seguro social do INSS é um cargo que exige formação de nível médio, e atualmente, tem remuneração inicial de R$ 4.768,90. Neste valor estão inclusos os seguintes itens: vencimento básico, no valor de R$ 708,21, gratificação de atividade executiva (GAE) de R$ 1.022,69 e a gratificação de desempenho de atividade do seguro social (GDASS/80%), que é de R$ 2.580,00.

Depois de seis meses de trabalho, o valor da GDASS é elevado para 100% e passa a R$ 3.225,00. Sendo assim, o salário inicial total do técnico é elevado para R$ 5.413,90.

Entre as principais atribuições deste funcionário, estão o atendimento ao público, realização de atividades internas e externas relacionadas às tarefas constitucionais e legais do INSS, coleta de informações, emissão de relatórios e pareceres, levantamentos e controles, execução de pesquisas, além de outras atividades relacionadas às finalidades institucionais do INSS, mediante designação da autoridade competente.

Quanto ganha um analista do INSS?

Já o cargo de analista do seguro social do INSS é específico para pessoas que tenham graduação de nível superior completa. O último edital abriu vagas apenas para formados em Serviço Social.

Entretanto, editais anteriores disponibilizaram oportunidades para Administração, Arquitetura, Arquivologia, Biblioteconomia, Ciências Contábeis, Ciências da Computação, Comunicação Social, Direito, Engenharia, entre outras áreas.

Para estes, a remuneração inicial é de R$ 7.014,05, da mesma forma que no cargo anterior, é composta pelo vencimento básico de R$ 986,58, GAE R$ 1.424,67 e GDASS (80%) de R$ 4.144,80. Depois de seis meses de trabalho, com a GDASS elevada a 100%, o que equivale a R$ 5.181,00, o salário será de R$ 8.050,25.

Definir as atribuições do analista do INSS é um pouco mais difícil, uma vez que a carreira abrange uma série de áreas. Mas de modo geral, os profissionais desempenham atividades compatíveis com a sua formação, no âmbito das agências do órgão.

Quanto ganha um perito médico do INSS?

A função de perito médico previdenciário do INSS exige formação de nível superior em Medicina e registro ativo no Conselho Regional de Medicina. O último edital aberto para a carreira foi em 2011, portanto, o salário inicial oferecido naquele momento encontra-se defasado.

Em 2016, depois de uma série de protestos junto ao Ministério do Planejamento, que incluíram até uma greve, os médicos receberam aumento de 27,9%, parcelados em quatro anos, ou seja, haverá reajustes anuais até 2019.

Assim como as demais carreiras, o salário de um perito médico do INSS é composto pelo salário básico e gratificações, neste caso, a Gratificação de Desempenho de Atividade de Perícia Médica Previdenciária (GDAPMP). Levando em conta todas as parcelas do aumento, o salário inicial da categoria é R$ 14,8 mil.

Benefícios de quem trabalha no INSS

Além dos vencimentos, propriamente ditos, os funcionários da autarquia podem contar com uma série de benefícios.

Entre eles, está o auxílio-alimentação, que possui valor mensal de R$ 458,00. Há, ainda, assistência à saúde no valor de R$ 145,00 e assistência pré-escolar de R$ 321,00.

Além disso, as contratações são feitas via regime estatutário, que ao final do estágio probatório, garante a estabilidade característica do funcionalismo público.

Como trabalhar no INSS?

Os altos salários, além de benefícios e estabilidade na carreira são alguns dos motivos que fazem as pessoas sonhar com o ingresso nessas carreiras. Entretanto, para se tornar um funcionário do quadro efetivo do INSS, saiba que antes terá que ser aprovado em um concurso público.

Último concurso do INSS

Se você ficou interessado em ingressar em uma das carreiras do INSS, deverá estar bem preparado para as provas do concurso para o órgão. Ele está entre os mais concorridos, e também aguardados, do país.

O último edital de concurso do INSS foi publicado no finalzinho de 2015, ofertando oportunidades para analista, que exigiu nível superior específico em serviço social, e para técnico, cuja exigência é apenas nível médio.

Na época, foram abertas 150 vagas para a primeira e 800 para a segunda, totalizando 950 vagas imediatas.

Em virtude das aposentadorias de servidores efetivos e da necessidade de recomposição do quadro pessoal, novas oportunidades devem surgir a qualquer momento, então, começar a estudar o quanto antes é uma das melhores alternativas para garantir uma das vagas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.