Relatório individual do aluno na alfabetização

Confira agora alguns modelos para inspiração na hora de produzir um relatório individual do aluno na alfabetização.

0

O relatório individual do aluno é uma estratégia adotada nas instituições de ensino para comunicar os pais como os filhos têm se desenvolvido durante determinado período escolar.

Nesse documento, deve-se conter as qualidades e as dificuldades da criança, para que os familiares estejam cientes de tudo e caso seja necessário, busquem algum auxílio profissional.

Por isso, é muito importante que o educador, na hora de preparar o relatório, tome cuidado com palavras que demonstrem ambiguidades. Principalmente por esse documento ficar anexado ao histórico escolar da criança.

Confira agora alguns modelos para você se inspirar na hora de produzir um relatório individual do aluno na alfabetização.

Relatório individual do aluno na alfabetização

Modelo 1

(nome do estudante) costuma apresentar resistência na hora de fazer as atividades propostas. Além de possuir um temperamento muito forte e sempre tentar se justificar. (nome do estudante) não participa das aulas e ainda as interrompe.

Em relação ao aprendizado, demonstra muita dificuldade. Ainda não reconhece as letras e mesmo com atividades mais lúdicas, não tem interesse em aprender.

Nas atividades em grupo, sempre procura motivos para entrar em conflito com os colegas e por isso, não possui um bom relacionamento com a turma.

Além disso, não cuida de seus materiais escolares e rabisca todo o caderno. (nome do estudante) também não aceita intervenções e relata mentiras para justificar os seus atos.

Modelo 2

(nome do estudante) é uma criança muito disposta e gosta muito de ajudar os colegas e a professora. Sempre que necessário, divide os seus pertences com os colegas.

Na sala de aula, possui dificuldades em proceder com algumas atividades propostas. Mesmo que mais simples. Apesar disso, consegue reconhecer as letras separadamente e relaciona número com quantidade. Mas, não consegue usar o caderno sem orientações.

Além disso, (nome do estudante) não consegue se concentrar nas atividades propostas em sala de aula, mesmo com jogos ou atividades diversificadas.

(nome do estudante) também se mostra um pouco agressivo para conseguir o que quer. Várias intervenções foram feitas, mas geralmente ele não as aceita.

É muito preocupante o seu processo de alfabetização, principalmente por costumar deixar de fazer as atividades pedagógicas promovidas em sala de aula.

Modelo 3

Apesar de estar entre o grupo de crianças mais novas da turma, (nome do estudante) possui muita facilidade para aprender. Além disso, é muito calma e organizada com seus materiais escolares.

Segue com facilidade as regras aplicadas em sala de aula e mostra muito prazer de estar na escola.

Em sua escrita, já consegue associar a sílaba com o som e ainda tem avançado bastante. Sempre demonstra interesse em aprender e se destaca em relação aos alunos mais velhos da turma.

Modelo 4

A princípio, (nome do estudante) se mostrava muito agitado. Esse quadro mudou, mas as vezes ainda demonstra muita falta de atenção nas aulas.

Apesar de aprender com facilidade, não consegue organizar seu caderno e nem o seu material escolar, que sempre ficam espalhados pelo chão.

Em relação a leitura, já consegue reconhecer o seu próprio nome e o nome de alguns objetos simples, como gato, bota, bule e sapo. As vezes esquece do som de algumas palavras, mas é muito aberto para orientações.

Na parte escrita, já associa a sonora com a escrita. Acredito que se (nome do estudante) ficasse mais atento às explicações, estaria em um nível bem mais avançado.

Modelo 5

(nome do estudante) mostra ter um comportamento normal para sua idade. É participativo, gosta de brincar e se comunica bem com os colegas dentro de sala de aula.

Porém, quando é questionado sobre alguma questão, não consegue responder sozinho. (nome do estudante) copia , mas não entende o que faz.

Na leitura, possui dificuldade em reconhecer o próprio nome e não consegue escrever sem orientação. Apesar de estarmos em processo de alfabetização, o aluno demonstra insegurança.

Por isso, seria recomentado a participação dos pais em casa, promovendo jogos ou atividades para que (nome do estudante) avance nessa etapa.

Modelo 6

(nome do estudante) é um aluno muito querido pela turma. É interessado em aprender e muito participativo. Além disso, é muito atento com o ambiente escolar e colabora muito para maior socialização da turma.

Apesar de conseguir se expressar bem e com clareza oralmente, ainda está no nível pré-silábico e traça várias letras aleatórias para cada palavra. (nome do estudante) ainda não reconhece todas as letras do alfabeto e pergunta várias vezes para entender a atividade aplicada.

Além disso, possui dificuldade em reconhecer algumas palavras, mas estamos conseguindo evoluir bastante. Hoje, ele reconhece o próprio nome e o de alguns colegas.

Os pais costumam ser muito participativos e sempre perguntam sobre o desenvolvimento da criança em sala de aula. Isso é fundamental, principalmente em processo de alfabetização. A frequência de (nome do estudante) é considerada muito boa.

No geral, percebemos que (nome do estudante) apresenta algumas dificuldades nessa etapa, mas sempre se mostra esforçado e com vontade de aprender mais.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.