Projeto de lei pretende aumentar o rendimento da poupança

Com a aprovação do projeto no Senado, os bancos precisariam aumentar a remuneração pelo uso da poupança.

Um novo projeto de lei, de autoria do Senador Rogério Carvalho (PT-SE), chama a atenção de muitos brasileiros que utilizam os bancos para guardar dinheiro. Isso porque o PL propõe o aumento de rendimento da poupança, o que certamente deixaria a economia bem mais interessante.

Segundo a proposta do senador, é necessário que o rendimento pela poupança seja condizente com os lucros dos bancos. Agora, falta a aprovação para que a lei passe para as mãos do Presidente da República.

Leia mais: Nova lei permite a renegociação de dívidas do FIES

Entenda como funciona a poupança

Os bancos utilizam o dinheiro da nossa poupança para gerar maior rentabilidade por meio de empréstimos e linhas de crédito. Por isso, todo cliente recebe uma remuneração por essa quantia, pois o seu dinheiro de fato trabalha por ele. Segundo a legislação, pela Lei 8.177, de 1999, as poupanças possuem o rendimento básico, que corresponde à Taxa Referencial e também a remuneração adicional. A proposta, então, foca na remuneração de 0,5% ao mês, caso a taxa Selic passe dos 8,5% ao ano, ou 70% em outras situações.

Ademais, o projeto de lei proposto por Rogério Carvalho visa aumentar o tempo de vigência do adicional pago pela poupança, para, no mínimo, três meses. Com isso, a instituição financeira fica livre de realizar o pagamento adicional após o prazo estipulado, desde que com aviso e permissão prévia dos depositantes.

Mais mudanças

Além de todos esses detalhes que mencionamos, a PL também vai de encontro à responsabilidade quanto a limitação percentual da taxa de remuneração. Caso haja a aprovação, seria o Banco Central o responsável por essa tarefa. No caso, utiliza-se o argumento de que políticas mais ofensivas de captação de recursos são responsáveis pelos desequilíbrios em balanços e demonstrações dos bancos.

Atualmente, a poupança já é uma forma acessível de introduzir muitos brasileiros ao mundo financeiro. Desse modo, a expectativa é que esse seja um atrativo a mais, que leve mais depositantes a optarem pela poupança. Mas, até então, o projeto ainda segue em tramitação no Senado.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More