Saiba as causas e os sintomas da infecção por Salmonella

Saiba como se proteger e evite que atinja a sua família.

A cozinha é um lugar maravilhoso, repleto de sensações apaixonantes: como o cheiro dos alimentos sendo cozidos, a beleza das cores dos ingredientes, os sabores mais diversos, entre outros fatores.

Porém, quando esse mesmo local não funciona conforme as normas de higiene necessárias, pode trazer riscos e perigos potenciais à saúde. Alimentos estragados, mal cozidos, assim como mal preparados, podem causar graves danos à saúde.

Para saber mais sobre quais as causas mais comuns de infecções por salmonela, confira o artigo na íntegra!

Leia mais: Kinder Ovo com Salmonela: saiba se você comprou lote contaminado

A principal causa da salmonela

A Salmonella é uma bactéria que vive no trato digestivo de animais e seres humanos e é a causadora da salmonelose.

Quando alguns alimentos são ingeridos crus, ou de forma mal preparada, o risco de contrair essa bactéria é muito alto. Alguns exemplos seriam: consumir aves, carne vermelha, ovos ou leite não pasteurizado.

Além desses alimentos, é importante conferir maior destaque à carne de frango. Estudos mostraram que 1 em cada 25 pacotes de frango de supermercado apresentam contaminação por Salmonella. Por conta disso, é necessária muita cautela ao preparar esse alimento.

Ao infectar-se com a bactéria em questão, algumas pessoas podem não apresentar nenhum sintoma. Porém, outras podem desenvolver sintomas graves como, por exemplo, cólicas estomacais, diarreia, náusea, vômito, dores de cabeça, entre outros fatores ainda mais sérios, devendo ir ao médico assim que possível.

Devido à similaridade dos sintomas, muitas pessoas acabam confundindo e acreditando que estão com a famosa “gripe estomacal”, quando na verdade se trata de uma infecção por Salmonella. Por isso a importância sempre de um diagnóstico adequado feito por profissional qualificado.

Como evitar a contaminação

Como dito anteriormente, a Salmonella pode ser contraída ao consumir alimentos crus ou mal cozidos. Porém, existem outras formas de disseminação da bactéria. Por exemplo, não higienizar a tábua de corte após o uso pode ser uma fonte de disseminação.

Além disso, lavar o frango ou a carne bovina em água corrente também é um fator de alto risco. Isso acontece pois ao invés de desinfetar a carne, você está espalhando as bactérias ali presentes. Caso prefira, higienize as carnes com limão, mas saiba que as bactérias só serão de fato eliminadas concluindo o cozimento de maneira adequada.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More