Tabela de salários dos militares das Forças Armadas

Quanto ganha um militar? Descubra quais são os salários de todos os postos da Marinha, Aeronáutica e do Exército.

0

Exército, Marinha e Aeronáutica formam as Forças Armadas do Brasil. Juntas, elas têm como atribuições garantir a soberania da nação, a integridade do território nacional, defender os interesses e recursos naturais, industriais e tecnológicos brasileiros, além de proteger os cidadãos e bens do país.

Outra importante atribuição a ser citada é a garantia dos Poderes constitucionais (Executivo, Legislativo e Judiciário), atuando na garantia da lei e da ordem na preservação do exercício da soberania do Estado e a indissolubilidade da Federação.

Em 28 de julho de 2016, por meio do Diário Oficial da União, o presidente Michel Temer sancionou a Lei Nº 13.321, que alterou o soldo e o escalonamento vertical dos militares das Forças Armadas, constantes na Lei no 11.784, de 22 de setembro de 2008.

O reajuste médio foi de 27,9%, feito de forma escalonada, de forma que o primeiro aumento, de 5,5%, aconteceu em 1º de agosto de 2016. A partir de janeiro de 2017 os servidores receberem novo aumento de 5%. Outra parcela do reajuste começou a ser paga em janeiro de 2018 e há, ainda, mais uma prevista para o início de 2019.

Oficiais Gerais

Quanto ganha um Almirante de Esquadra, General de Exército e Tenente-Brigadeiro?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 12.763,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 13.471,00

Quanto ganha um Vice-Almirante, General de Divisão e Major-Brigadeiro?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 12.233,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 12.233,00

Quanto ganha um Contra-Almirante, General de Brigada e Brigadeiro?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 11.833,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 12.490,00

Oficiais Superiores

Quanto ganha um Capitão de Mar e Guerra e Coronel?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 10.832,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 10.832,00

Quanto ganha um Capitão de Fragata e Tenente-Coronel?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 10.642,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 11.250,00

Quanto ganha um Capitão de Corveta e Major?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 10.472,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 11.088,00

Oficiais Intermediários

Quanto ganha um Capitão-Tenente e Capitão?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 8.517,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 9.135,00

Oficiais Subalternos

Quanto ganha um Primeiro-Tenente?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 7.796,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 8.245,00

Quanto ganha um Segundo-Tenente?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 7.082,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 7.490,00

Praças Especiais

Quanto ganha um Guarda-Marinha e Aspirante a Oficial?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 6.625,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 6.993,00

Quanto ganha um Aspirante, Cadete (último ano) e Aluno do Instituto Militar de Engenharia (último ano)?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 1.372,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 1.448,00

Quanto ganha um Aspirante e Cadete (demais anos), Aluno do Centro de Formação de Oficiais da Aeronáutica e Aluno de Órgão de Formação de Oficiais da Reserva?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 1.114,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 1.176,00

Quanto ganha um Aluno do Colégio Naval, Aluno da Escola Preparatória de Cadetes (último ano) e Aluno da Escola de Formação de Sargentos?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 1.010,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 1.066,00

Quanto ganha um Aluno do Colégio Naval, Aluno da Escola Preparatória de Cadetes (demais anos) e Grumete?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 989,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 1.044,00

Quanto ganha um Aprendiz-Marinheiro?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 929,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 981,00

Praças graduados

Quanto ganha um Suboficial e Subtenente?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 5.751,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 6.169,00

Quanto ganha um Primeiro-Sargento?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 5.110,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 5.483,00

Quanto ganha um Segundo-Sargento?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 4.445,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 4.770,00

Quanto ganha um Terceiro-Sargento?

Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 3.584,00
A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 3.825,00

Quanto ganha um Cabo (engajado) e Taifeiro-Mor?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 2.449,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 2.627,00

Quanto ganha um Cabo (não engajado)?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 886,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 956,00

Demais Praças

Quanto ganha um Taifeiro de Primeira Classe?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 2.203,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 2.325,00

Quanto ganha um Taifeiro de Segunda Classe?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 2.094,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 2.210,00

Quanto ganha um Marinheiro, Soldado Fuzileiro Naval e Soldado de Primeira Classe (especializado, cursado e engajado), Soldado-Clarim ou Corneteiro de Primeira Classe e Soldado Paraquedista (engajado)?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 1.758,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 1.856,00

Quanto ganha um Marinheiro, Soldado Fuzileiro Naval, Soldado de Primeira Classe (não especializado) e Soldado-Clarim ou Corneteiro de Segunda Classe, Soldado do Exército e Soldado de Segunda Classe (engajado)?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 1.478,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 1.560,00

Quanto ganha um Marinheiro-Recruta, Recruta, Soldado, Soldado-Recruta, Soldado de Segunda Classe (não engajado) e Soldado-Clarim ou Corneteiro de Terceira Classe?

  • Desde 1º de janeiro de 2018 – R$ 854,00
  • A partir de 1º de janeiro de 2019 – R$ 956,00

Quais são os benefícios e acréscimos nos salários dos militares?

Os vencimentos detalhados acima são referentes apenas ao salário inicial básico dos militares. Porém, a estes valores são acrescidos mais uma série de benefícios pertinentes à carreira, e que variam de acordo com o círculo hierárquico, habilitação, em virtude de cursos feitos, tempo de serviço, compensação orgânica, de permanência, além dos adicionais ligados ao desgaste causado pela função.

Há, ainda, gratificações de localidade e representação e outras ajudas de custo, tais como auxílio-alimentação, transporte, fardamento, assistência pré-escolar, e outros, conforme regulamentação da MP 2.215 de 2001.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.