Técnicas para memorizar os nomes dos alunos

Todo começo de ano é a mesma história: os professores são deparados com novos alunos, mas custam lembrar o nome de cada um deles.

0

Todo começo de ano é a mesma história: os professores são deparados com novos alunos, mas custam lembrar o nome de cada um deles. Na hora de chamá-los, é sempre uma confusão e muitas vezes os baixinhos ignoram sua fala por conta de não serem identificados pelo nome.

Essa situação é mais comum do que se imagina entre os educadores, agravada pela pressão e estresse da primeira semana. Para lidar com ela, é preciso, antes de tudo, um pouco de paciência e muita imaginação.

Segundo Richard Harris, professor de psicologia Kansas State University, todo mundo possui uma boa memória para coisa que lhes interessam. Deste modo, fazer associações pode ser uma ótima dica para sanar esse problema.

Na hora do desespero, que tal fazer uma relação do nome dos seus alunos com algo que seja do seu interesse, ao invés de chutar o balde e chamá-los de “você” ou “vem aqui”?

Você pode se entusiasmar muito mais e ampliar sua capacidade de memorização caso imagine que tenha apenas que gravar os nomes de jogadores de futebol, ou preços de roupas de marca que gosta muito.

Mas além desta, existem outras dicas táticas e eficazes que podem ser muito úteis para aprimorar sua memória e facilitar a recordação dos nomes dos seus alunos. Confira abaixo:

  1. Na primeira semana de aula, atribua diversos trabalhos escritos, pois assim, quando o aluno entregar a tarefa, você poderá olhá-lo no rosto e ao mesmo tempo conferir o nome escrito no trabalho.
  2. Tire fotos dos seus alunos com os respectivos crachás de identificação. Antes de iniciar a aula, reveja as fotos. Além disso, você pode anexá-las no seu diário de aula.
  3. Observe os seus alunos e identifique uma característica física original que o marque expressivamente. Em seguida, pense em algo engraçado que envolva o nome do aluno, como, por exemplo: “Gabriel tem uma marca de catapora no lado direito do rosto”.
  4. Para ajudar a sua memória auditiva e visual, crie rimas, como, por exemplo: “Juliana gosta de mel e banana”.
  5. Assim que os seus alunos entrarem na sala de aula, procure cumprimentá-los pelo nome.
  6. Assim que o aluno se apresentar e dizer o seu próprio nome, procure usá-lo em uma frase, por exemplo: “É um prazer conhecê-lo, Carlos”. Além disso, você pode escrever o nome em um pequeno pedaço de papel, pois a escrita é uma das melhores formas de associação.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.