Tijolos ecológicos são produzidos a partir de garrafas plásticas

Essa nova tecnologia, que utiliza material reciclado, possui um processo de fabricação bem simples. A lógica é substituir a areia, um dos elementos que compõe os tijolos convencionais, por tereftalato de polietileno (PET).

0 37

Um dos grandes problemas que estamos enfrentando na atualidade é o aumento da produção de lixo, principalmente do plástico. Esse material tem uma grande importância na produção de diversos utensílios, como brinquedos e embalagens. Entretanto, ele é considerado um grande vilão para o meio ambiente, devido à dificuldade para se decompor.

Anualmente, são produzidas toneladas de plástico, que logo após seu uso são descartados de maneira inapropriada, causando grandes transtornos à natureza. Mas o grande problema está relacionado à sua resistência ao processo de decomposição. Segue abaixo alguns exemplos de produtos plásticos que demoram mais de 100 anos para se desintegrar:

  • Sacola plástica: mais de 100 anos;
  • Garrafa plástica comum: 400 anos;
  • Plásticos (embalagens e equipamentos): 450 anos;
  • Garrafa (PET): mais de 500 anos.

Em meio a esses problemas, temos uma boa notícia. Rosana Gaggino, pesquisadora do Conselho Nacional de Pesquisa Científica e Tecnológica (CONICET), juntamente com sua equipe, estão desenvolvendo “tijolos ecológicos” (também conhecidos como Ladrilhos Ecológicos), que são compostos de garrafas descartáveis.

Essa nova tecnologia, que utiliza material reciclado, possui um processo de fabricação bem simples. A lógica é substituir a areia, um dos elementos que compõe os tijolos convencionais, por tereftalato de polietileno (PET).

Garrafa Plastica

Vantagens da nova tecnologia

Diante dos grandes impactos ecológicos dos últimos tempos, causados principalmente pela falta de compromisso ambiental, o reaproveitamento das garrafas PET se tornou muito comum nas construções.

Veja também: Conheça 4 cursos online e gratuitos de Engenharia

É nesse cenário que os tijolos ecológicos ganham força e se tornam fundamentais para o progresso da indústria moderna. Uma das grandes vantagens são as suas propriedades de isolamento de calor, que são cinco vezes maiores do que os dos tijolos tradicionais, além de serem mais leves e resistentes ao fogo.

Para a produção de um tijolo ecológico, são utilizadas em média 20 garrafas plásticas. Esse elemento se torna uma alternativa para eliminar os malefícios dos tijolos convencionais que consomem solos férteis e madeira, além de poluírem o ar durante o seu processo de produção.

Diante desse resultado promissor, já existem casas construídas para teste que utilizam os novos tijolos. O governo aprovou o uso e inclusive já deu inicio a construções de obras públicas utilizando a nova tecnologia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.