TIM e Microsoft unem-se de olho na Internet das Coisas

A parceria das duas gigantes está focada no setor que mais está em alta quando o assunto é tecnologia. Confira aqui!

A promessa da tecnologia IoT, chamada popularmente de Internet das Coisas, é um princípio extremamente instigante. De fato, a ideia de gerar uma maior eficiência nos processos de produção através da interação e troca de dados entre dispositivos é um tanto inusitada, minimamente falando.

Leia também: Microsoft lança o Microsoft Viva Goals

Nesse sentido, a perspectiva de volume de negócios voltados a esse segmento vem se mostrando assustadora, movimentando globalmente cerca de 384,7 bilhões de dólares no ano de 2021, com estimativa de alcançar 2,4 trilhões até 2029, conforme aponta a consultoria Fortune Business Insights. Desse modo, focando nesse mercado, a TIM e a Microsoft uniram-se em uma parceria inédita no Brasil com a finalidade de oferecer soluções completas, com conectividade e os principais recursos de nuvem com Azure IoT.

Nessa perspectiva, juntas, as duas gigantes mundiais pretendem fornecer ferramentas e soluções a outras empresas, principalmente nos setores da manufatura, transporte, varejo, saúde, agro, finanças e governo, com a finalidade de melhorar seu desempenho e criar novos negócios e produtos. À vista disso, Paulo Humberto Gouvêa, diretor de Soluções Corporativas da TIM Brasil, afirmou que essa parceria traz para o mercado um ecossistema de parceiros e soluções que vão desde a conectividade até a plataforma que habilita as aplicações de negócios.

“Queremos ser parte do ecossistema e estamos investindo para nos tornarmos o parceiro preferencial em IoT das empresas em todo o País”, destaca. Por fim, Ricardo Fernandes, vice-presidente de Enterprise Business da Microsoft Brasil, acrescenta que “é fundamental em nossa estratégia de democratizar o uso da tecnologia e apoiar nossos clientes dos mais variados portes”.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More