Unha – Anatomia, principais problemas e curiosidades

As unhas são o que distingue os seres humanos dos demais mamíferos. A sua aparência, nas mãos e nos pés, pode alertar problemas de saúde.


As unhas são uma importante parte do corpo humano. Constituídas por células escamosas queratinizadas, elas se dispõem nas porções terminais dos dedos.

Elas servem como proteção das extremidades dos dedos das mãos e dos pés, assim como para auxiliar na manipulação dos objetos.

Ademais, outra função das unhas é estética.

Anatomia da unha

anatomia da unha

A anatomia da unha é composta por partes básicas, as quais descreveremos a seguir:

  • Lâmina ou prato ungueal: Esse é a parte visível da unha, na qual se estende da matriz até a porção livre. Com uma consistência dura, se situa sobre o leito ungueal e não possui coloração. Diante disso, é possível observar uma coloração rosada derivada da presença de capilares no leito ungueal. Já a porção livre destaca uma cor esbranquiçada, decorrente do contato com o ar.
  • Matriz ungueal: Detém um epitélio germinativo e origina a lâmina.
  • Leito ungueal: Localizado abaixo da lâmina ungueal, abrangendo da lúnula ao hiponíquio.
  • Lúnula:  Situada na parte proximal da lâmina ungueal, é a região branca em formato de meia-lua.
  • Eponíquio: É a famosa cutícula. Caracterizada como uma camada transparente de células e localizada na superfície da unha, atua como vedação entre a placa da unha e o sulco ungueal proximal.
  • Hiponíquio: Região da epiderme abaixo da borda livre da lâmina ungueal, onde faz a ligação entre o leito ungueal e a pele.

Principais problemas

Unhas bonitas e saudáveis são o sonho de todos. Entretanto, elas exigem alguns cuidados especiais, como lixar e hidratar.

De qualquer modo, alterações em sua aparência já indicam problemas. Veja alguns exemplos dos principais problemas que afetam as unhas:

  • Onicomicoses: Esse é o nome atribuído, de forma genérica, as doenças ocasionadas por fungos. Elas modificam a aparência das unhas, tais como espessamento, deslocamento da borda livre e elevação da fragilidade da estrutura.
  • Unhas com estrias ou sulcos: A característica pode decorrer do envelhecimento ou mediante a genética de cada pessoa. Contudo, a causa mais popular é a deficiência na absorção de vitaminas pelo corpo.
  • Psoríase: Um tipo de doença imune inflamatória, pode acarretar depressões nas unhas (manchas em óleo), deslocamento e até mesmo sangramentos.
  • Coiloníquia: As unhas moles e curvadas para fora são um sinal de fragilidade e problemas de saúde, possivelmente deficiência de ferro no sangue.
  • Onicólise: Os deslocamentos das unhas geralmente alertam para casos de infecções, reações alérgicas ou até mesmo outras doenças sérias.
  • Unha encravada: É quando a lateral cresce mais que o esperado e entra na pele, causando dores e até mesmo infecções.
  • Escamação das unhas: A aparência alerta para a falta de hidratação das unhas, a má alimentação, o contato com produtos químicos e o estresse.

Curiosidades

  • A unha é o que difere seres humanos dos demais mamíferos.
  • A água é fundamental para a saúde das unhas.
  • As unhas das mãos crescem 3,5 milímetros por mês, o que pode diversificar conforme os dedos.
  • As unhas dos homens crescem mais rápido do que das mulheres.
  • Cortar as unhas com frequência auxilia no crescimento.

Talvez você possa se interessar também por:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More