URGENTE: governo avalia lançar “bolsa-caminhoneiro” em pleno ano eleitoral

Para melhorar seu relacionamento com os caminhoneiros, Governo avalia a criação de auxílio direcionado a esse público.

Devido à alta constante no preço dos combustíveis, o relacionamento do Governo Federal para com os caminhoneiros não está sendo das melhores. Devido ao ano eleitoral, pensando em melhorar sua reputação, o Ministério da Economia acaba de aprovar a criação de um auxílio financeiro, denominado “Bolsa Caminhoneiro”. Para saber mais sobre os valores e as condições da bolsa caminhoneiro, confira o artigo na íntegra!

Leia mais: Auxílio Brasil: Presidente sanciona MP que torna permanente o valor de R$ 400

Qual a importância de se evitar uma greve de caminhoneiros?

Há alguns anos, a greve dos caminhoneiros parou o Brasil, mostrando sua força e importância efetiva. Suas consequências puderam ser imediatamente observadas na falta de produtos nos supermercados, valores de botijão de gás elevados, e até mesmo a alta imediata no valor de alguns produtos.

Isso ocorre visto a estrutura do Brasil ser altamente rodoviária, necessitando dos caminhões para que possa ocorrer o transporte de mercadorias. Assim, identificar a iminência de uma nova greve e impedi-la é de suma importância.

Qual o valor e as condições para o recebimento da Bolsa-caminhoneiro? 

Para tentar evitar o impacto financeiro, diante do aumento nos preços do combustível, surgiu a proposta do “bolsa-caminhoneiro”. Ela trará um custo de R$ 1,5 bilhão ao orçamento da União. Seu valor será de, em média, R$ 400 mensais, designados para que esses profissionais consigam arcar com os gastos do óleo diesel.

Estima-se que cerca de 800 mil profissionais da categoria poderão ser beneficiados. Serão, até então, doze parcelas no valor de 400 reais. Esse pagamento seria feito apenas para aqueles que atuam de forma autônoma. A proposta ainda estuda a possibilidade de inclusão dos motoristas de aplicativos e taxistas, que também necessitam dos combustíveis para exercerem seu trabalho.

A expectativa é de que esse projeto seja aprovado ainda antes das eleições de 2022, buscando melhorar a visão dessa categoria, em relação ao atual presidente da República, que busca reeleição.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More