Vale-alimentação para servidores públicos pode dobrar

Iniciativa pretende compensar o reajuste salarial de 5% que havia sido prometido.

O atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, afirmou nesta quarta-feira (15) sua intenção em dobrar o valor referente ao vale-alimentação dos servidores da área de segurança pública.

Tal posicionamento visa atuar de forma compensatória em relação ao reajuste salarial de 5%, que havia sido prometido, porém, não foi cumprido.

Para saber mais sobre a proposta do aumento do valor do vale-alimentação, confira o artigo na íntegra!

Leia mais: Bolsonaro cogita reestruturar carreiras administrativas da PFR e Depen

Vale-alimentação deve ter seu valor dobrado

Consoante ao já mencionado, ao ser entrevistado para um canal no YouTube, Bolsonaro revela que o aumento do benefício “está praticamente acertado”. Entretanto, os detalhes em relação a quanto isso irá custar aos cofres públicos não foram apresentados, o que acaba sendo preocupante.

Por se tratar de um ano eleitoral, o Governo pode não possuir tempo hábil para aplicar todas as suas promessas. O que ocorre é que as leis eleitorais e a Lei de Responsabilidade Fiscal vetam uma série de ações do governo, quando se trata de um ano eleitoral.

Para que, de fato, essa promessa possa tornar-se real, todo seu trâmite precisa estar finalizado até o dia 3 de julho, restando menos de três semanas para concluir todo o processo. Considerando que, para que o reajuste ocorra, se faz necessário uma mudança na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2022, e essa precisa ser aprovada em sessão conjunta nas duas Casas de Leis (Câmara e Senado), além de ser sancionada pelo próprio presidente, esse cenário todo aponta para que a realização dessa promessa seja bastante improvável.

Servidores públicos se pronunciam

Segundo os representantes dessa classe, seus salários vêm congelados há mais de cinco anos. Em vista disso, os próprios consideram um grande desrespeito reajustar apenas o vale-alimentação, principalmente em relação aos aposentados, que nem mesmo obterão acesso a esse reajuste.

Hoje, o valor referente a esse auxílio é de apenas R$458 reais mensais a todos os servidores ativos. Seu último reajuste ocorreu em 2016, estando bem abaixo do que se faz necessário atualmente no Brasil, ainda mais quando se leva em conta as inflações no setor alimentício.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More