Novo vírus presente em aplicativos já infectou mais de 10 mil aparelhos

Veja como se proteger do malware que tem tirado o sono dos desenvolvedores. Muitos estão camuflados em anúncios e aplicativos na Play Store.

As ameaças digitais parecem ter ficado mais ativas durante o período de pandemia. Diversos são os vírus que se disseminaram pelos dispositivos tecnológicos. Aliás, com a disseminação dos smartphones, ficou ainda mais fácil entrar em contato com malwares. Muitos estão camuflados em anúncios e aplicativos na Play Store, por exemplo.

Leia mais: Promotores chineses aprovam prisão de ex cantor de kpop por estupro

Uma dessas novas ameaças está tirando o sono dos desenvolvedores para Android. O FlyTrap, como é chamado, já infectou mais de 10 mil dispositivos, em 144 países diferentes. Ele se espalha de forma rápida e discreta.

Esse malware (vírus) visa roubar informações dos usuários. O objetivo do FlyTrap é coletar dados sensíveis, como logins de redes sociais.

Geralmente, os hackers sequestram contas em redes sociais e enviam links de phishing. A mensagem é encaminhada aos contatos da vítima por DMs ou postagens. 

Inclusive, os links podem esconder outros vírus ainda mais danosos. É possível que alguns dos malwares secundários roubem informações bancárias, por exemplo.

Vírus se encontra em apps falsos

Pesquisadores do zLabs afirmam que o FlyTrap foi criado por criminosos em uma base do Vietnã. Uma das formas mais comuns de disseminação do vírus é por meio da Play Store, em dispositivos Android.

Aplicativos falsos podem carregar o malware e infectar os aparelhos. Da mesma forma, os hackers também utilizam propagandas enganosas. Por meio de anúncios chamativos, as vítimas acabam caindo no golpe e baixam o malware. 

Ao clicar no link falso, o usuário precisa logar no Facebook, por exemplo. Basta inserir os dados para ser vítima dos cibercriminosos. Os dados pessoais começam a ser coletados e o vírus se espalha com rapidez pela rede.

O grande problema está em diferenciar os links infectados dos links seguros. Os hackers conseguem utilizar URLs aparentemente confiáveis. Então, todo cuidado é pouco na hora de proteger.

Veja como se prevenir contra o FlyTrap

O próprio Google já removeu os aplicativos infectados da Play Store. Contudo, o vírus ainda continua se espalhando por meio de anúncios e nas redes sociais.

Algumas dicas podem ajudar os usuários a se protegerem, tais como:

  1. Instale e mantenha atualizado um bom antivírus em seu dispositivo;
  2. Escaneie os arquivos para download nas lojas de apps;
  3. Não efetue login em redes sociais de modo leviano e desnecessário;
  4. Evite baixar aplicativos desconhecidos e/ou duvidosos;
  5. Não forneça seus dados de login para links de terceiros;
  6. Certifique-se de que o destino da URL faz ligação a um site oficial.
você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More