Os vírus

Continue lendo para conhecer esses organismos que não possuem células!

0

O que são vírus? Os vírus são um caso à parte da classificação dos seres vivos. Eles são organismos que não se encaixam em nenhum dos cinco reinos, são extremamente pequenos e desprovidos de estrutura celular.

Muitos autores nem chegam a considerar os vírus como seres vivos, principalmente por seu tamanho muito reduzido, alguns chegam a ser de dez a cem vezes menores que as bactérias.

Ainda assim, os vírus podem ser causadores de várias doenças aos homens, as quais chamamos de viroses.

Estrutura dos vírus

Os vírus são os únicos organismos acelulares do planeta Terra, o corpo deles é composto por uma cápsula de proteína, chamada de capsídeo, que é composta por várias subunidades, os capsômeros.

Dentro de cada capsídeo podemos encontrar apenas uma molécula de ácido nucléico, podendo ser o DNA (ácido desoxirribonucleico) o ou RNA (ácido ribonucleico).

Nos vírus nunca encontraremos DNA e RNA juntos, como nos outros seres vivos, essas moléculas só ocorrem separadamente. Os vírus mais complexos possuem também glicídios e lipídios na sua composição.

Estrutura dos vírus
Estrutura dos vírus

Reprodução dos vírus

Os vírus são parasitas intracelulares obrigatórios, ou seja, pela falta de hialoplasma e ribossomos eles não possuem metabolismo próprio, eles só conseguem executar seu ciclo de vida em um ambiente que possua esses componentes, o interior de outra célula.

A célula parasitada é que realizará a síntese de proteínas dos vírus e, concomitantemente, propiciará a replicação do material genético do vírus.

O metabolismo da célula costuma ser modificado depois de ser parasitada pelo vírus, isso pode provocar a morte ou degeneração da célula.

Para ingressar em uma célula, o vírus injeta seu material genético ou entra por um processo que se assemelha a fagocitose, por englobamento.

Bacteriófago

Os vírus bacteriófagos são os mais estudados pelos cientistas, esse tipo de vírus ataca algumas bactérias. Os bacteriófagos encostam na superfície das bactérias e, usando enzimas especiais, dissolvem a parede da bactéria.

Logo após, com a contração da cauda ele injeta o material genético (DNA) no interior da bactéria e deixa a cápsula do o lado de fora, porém em alguns casos (como no vírus causador da gripe, por exemplo) o vírus inteiro entra, material genético e cápsula, e está última é destruída no interior da bactéria, deixando apenas o ácido nucléico.

Depois de inserido na bactéria, uma nova enzima destrói o material genético bacteriano. Com isso o DNA do vírus passa a se multiplicar, usando os nucleotídeos do organismo invadido.

O comando da síntese de RNA é feito pelo DNA viral e o RNA produzido comanda a síntese proteica, usando os aminoácidos da bactéria.

Os DNA’s formados durante a multiplicação são envoltos por proteínas e formam novos vírus. Cada novo vírus pode invadir uma nova bactéria.

Os novos vírus são semelhantes aos que deram origem a eles, ficando assim bem definidas as propriedades de reprodução e hereditariedade viral.

Por que os vírus mudam tanto?

Eles podem sofrer mutações no material genético, ou seja, os vírus podem evoluir. No interior de células vivas, quando estão parasitando um organismo, os vírus possuem algumas características de seres vivos porém, fora dessas células parasitadas, eles permanecem inertes.

Doenças causadas por vírus

Entre as doenças causadas por vírus podemos citar: resfriados, gripes, rubéola, sarampo, caxumba, hepatites, raiva (hidrofobia), poliomielite, herpes, febre amarela, dengue, aids.

Para combater os vírus o nosso organismo possui defesas naturais, como os anticorpos, por exemplo. Podemos encontrar também algumas defesas artificiais, como as vacinas, o soro, alguns medicamentos contra herpes e para controle da Aids. Os antibióticos não têm efeito sobre os vírus.

Vírus HIV – AIDS

A AIDS é uma doença viral causada por um processo de destruição do sistema imunológico (o sistema que possuem células que defendem o corpo de infecções).

O nome dá doença remete a esse fato: AIDS – “Acquired Immunodeficiency Syndrome” (síndrome da imunodeficiência adquirida), e também por isso as pessoas acometidas por esse vírus são muito vulneráveis a infecções causadas por agentes oportunistas.

O nome “Human Immunodeficiency Virus” (HIV) – vírus da imunodeficiência adquirida – foi adotado oficialmente para este vírus causador da AIDS.

O HIV pertence ao grupo dos vírus de RNA, conhecido como retrovírus. O nome retrovírus vem da capacidade que eles possuem de comandar a síntese de DNA a partir de uma molécula de RNA, o chamado processo de transcrição que acontece com o auxílio da enzima transcriptase reversa (inverso ao que ocorre normalmente nas células).

O RNA do HIV sintetiza uma molécula de DNA que entra no núcleo da célula hospedeira, se liga ao DNA da célula e é este novo DNA que comandará a produção de novos RNA virais e das cápsulas proteicas, formando novos vírus.

Gripes e resfriados

Estas são as viroses mais conhecidas e recorrentes na população humana. Os vírus são transmitidos por gotículas eliminadas pelo espirro, pela tosse, etc. Essa transmissão também ocorre com o sarampo, rubéola, catapora e caxumba.

Herpes

O vírus do herpes provoca pequenas feridas na pele e em mucosas. Ele é transmitido por contato direto com o portador. O nosso organismo não consegue extinguir o vírus, ele fica em “dormência” e pode a pessoa pode ter várias crises da doença.

Febre amarela e dengue

Os vírus são transmitidos por mosquitos. Ambas doenças provocam febre e dor no corpo, entre outros sintomas. Deve haver repouso, hidratação e no caso da febre amarela, reposição de sangue.

Poliomielite

O vírus dessa doença pode ser transmitido tanto por contato direto com a saliva do portador ou com alimentos contaminados. A poliomielite pode causar paralisia no indivíduo.

Raiva

Doença transmitida por cães, gatos ou morcegos contaminados. É uma doença fatal que ataca o sistema nervoso. O médico deve ser imediatamente consultado para aplicação do soro e da vacina antirrábicos.

Denisele Neuza Aline Flores Borges
Bióloga e Mestre em Botânica

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.