Sistema Imunológico ou Imune

0

Quando o nosso corpo entra em contato com algum vírus, bactéria, fungo, protozoário ou outros microrganismos, o nosso sistema imunológico (também chamado de imune) entra em ação para expulsar esses agentes invasores, atuando como um sistema de defesa para o nosso organismo. O sistema imunológico é uma barreira muito complexa formada por milhões de células de diferentes tipos, tecidos e órgãos. Esse sistema, normalmente, faz um ótimo trabalho e mantém o ser humano saudável, agindo também na prevenção de doenças. Entretanto, se o sistema imunológico falhar, o indivíduo ficará suscetível a doenças e infecções.

Além do trabalho de combate e prevenção de doenças, o sistema imunológico é responsável pela “limpeza” do organismo, ou seja, atua na remoção de células mortas, na renovação de algumas estruturas, na rejeição de enxertos e também na memória imunológica do indivíduo. É o sistema imunológico que reconhece as células que passaram por alguma mitose anormal e não foram bem formadas, ele elimina essas células para que não ocorra a formação de um tumor pela aglomeração descontrolada dessas células que não tiveram a mitose bem sucedida.

Cada célula do sistema imunológico tem um formato e uma função, algumas enviam as mensagens de “aviso” da chegada do inimigo no organismo, mensagens de ataque, algumas atuam matando o inimigo, outras construindo substâncias que neutralizem esses invasores. Os agentes invasores, ou seja, as substâncias estranhas ao corpo dos organismos recebem o nome de antígenos. Esses antígenos são combatidos por substâncias que são fabricadas pelo sistema imunológico, os anticorpos.

A maior parte das células envolvidas no processo de defesa do organismo é composta por leucócitos ou glóbulos brancos. Eles são produzidos e armazenados pelo organismo em órgãos como baço, medula óssea e timo, que podem ser chamados de órgãos linfoides. Podemos encontrar também tecidos linfoides e gânglios linfáticos nos organismos vivos. Os leucócitos circulam pelo corpo do organismo através dos vasos sanguíneos, dos vasos linfáticos e entre os órgãos. Podemos dividir os leucócitos em dois grupos: macrófagos e linfócitos.

Macrófagos: encontrados nos tecidos conjuntivos e no sangue (chamados de monócitos). Possui função de detectar e, englobar e digerir substâncias ou microrganismos invasores no organismo (fagocitose). Os macrófagos são os primeiros a reconhecer o corpo estranho dentro do organismo.

O tipo mais comum de macrófagos são os neutrófilos que combatem, principalmente, as bactérias. Se existe uma suspeita de doença causada por uma infecção bacteriana, o médico solicitará um exame para saber o número de neutrófilos no organismo do ser vivo para ver se ouve um aumento dessas células.

Linfócitos: presentes no sangue, composto por leucócitos que podem ser de três tipos diferentes.

Linfócitos B: tem como principal função produzir anticorpos, podem ser chamados de plasmócitos.

Linfócitos T auxiliadores (CD4): recebem informação e estimulam a ativação de outros tipos de linfócito para atacar o agente invasor. Eles comandam a defesa do organismo.

Linfócitos T matadores (CD8): são eles que destroem as células anormais, estranhas e mal formadas do organismo.

Como funciona o sistema imunológico?

Depois de ter o corpo invadido por antígenos, várias células do organismo entram em ação para combatê-los. Os linfócitos B são acionados para produzir anticorpos, depois de produzidos esses anticorpos continuam no corpo do ser vivo mesmo que os antígenos sejam destruídos. Se esse ser vivo for acometido pelo mesmo antígeno novamente, ele já terá anticorpos para atacar. Esse mecanismo é chamado de resposta imune.

Esse é o princípio que rege as imunizações através de vacinas, um antígeno inofensivo é introduzido no organismo do indivíduo e este passa a produzir anticorpos contra eles, dessa forma se a pessoa for infectada novamente por esse antígeno, ela já terá anticorpos para destruí-los. Os anticorpos atacam e bloqueiam os antígenos, mas quem faz a destruição total são os linfócitos T.

Funcionamento do sistema imunológico
Funcionamento do sistema imunológico

 

Denisele Neuza Aline Flores Borges
Bióloga e Mestre em Botânica

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.