8 animais Peçonhentos – O que são, picadas e primeiros socorros

Alguns animais peçonhentos podem ter veneno capaz de matar um ser humano. Descubra o que são, como identificá los e realizar os primeiros socorros.

0

Animais podem nos causar diversas emoções. Podendo ser fofura, amor e às vezes, medo. Isso porque alguns bichos podem nos atacar quando se sentirem ameaçados.

Muitos deles possuem substâncias tóxicas que afetam nosso organismo. Estamos falando dos animais peçonhentos. Estes animais possuem um meio de inoculação do veneno, que pode variar dependendo do bicho. As cobras, por exemplo, inoculam seu veneno pelos dentes, enquanto os escorpiões pelo aguilhão na ponta de suas caudas.

Venenosos x Peçonhentos

Embora muitos utilizem animais venenosos e animais peçonhentos como sinônimos, existe uma diferença entre ambos. Bom, ambos possuem veneno, mas a infecção deste veneno que os diferencia.

Isso porque os animais peçonhentos possuem glândulas por onde seu veneno passam ativamente e que podem injetar em outro animal. Já os animais venenosos não possuem tais glândulas. Entretanto, possuem a produção de veneno.

A lagarta taturana, por exemplo, possui pelos onde o veneno está localizado. Sendo assim, ela só envenena aqueles que tocarem em seu pelo. Já o sapo só libera seu veneno se for pressionado fisicamente.

Animais peçonhentos

Agora que já sabemos que animais peçonhentos não são necessariamente a mesma coisa que animais venenosos, vamos conferir 8 animais verdadeiramente peçonhentos, e que devemos tomar cuidado e evitar o contato.

Escorpião

A picada de um escorpião causa dor intensa no local, causando sensação de queimação e latejamento. Além disso, o veneno do animal afeta o sistema nervoso, causando febre, náusea, vômito, diarreia e até confusão mental.

Cobras

Bom, talvez elas sejam as mais perigosas e conhecidas desta lista. A força do veneno das serpentes varia de acordo com sua espécie. Entretanto, o veneno das cobras produzem compostos químicos capazes de matar a maioria dos seres vivos. Por isso o seu perigo.

O veneno das cobras é classificado em três categorias básicas. As citotoxinas, que agem sobre as células, as hemotoxinas, que atinge as células vermelhas do sangue, e também destroem as veias. Além disso, existem as neurotoxinas, que afetam o sistema nervoso.

Aranhas

Existem várias espécies de aranhas. Algumas delas possuem venenos que são pouco tóxicos ao ser humano, causando apenas dores, como o das caranguejeiras, por exemplo. Porém, existem espécies de aranhas que possuem veneno tão forte quanto o das serpentes, como o da armadeira. Sua toxina afeta o sistema respiratório, podendo causar paralisia respiratória e asfixia.

Lacraias

O veneno das lacraias é pouco prejudicial para o ser humano, não podendo causar morte. Entretanto, causam dores fortes, assim como inchaço no local da picada. Em animais maiores, podem causar febre, tremores e calafrios.

Abelhas

As abelhas injetam seu veneno através de ferrões. O efeito das toxinas vai depender da quantidade de ferroadas e da sensibilidade do acidentado. Os efeitos podem ser dores intensas logo após a picada, inchaço, vermelhidão, febre, dificuldade de respirar e vômito.

Formigas

Algumas formigas possuem venenos mais poderosos do que de abelhas. Uma dessas formigas é a tucandeira, cujo ferrão solta substâncias de que causam dores extremas, que podem ser sentidas por até 48 horas após a ferroada.

Marimbondos

O veneno do marimbondo contêm histamina e serotonina. Normalmente, as picadas causarão dores intensas, e as reações dependerão da sensibilidade do acidentado. Os tipos de marimbondos mais temidos são o ‘cavalo’ e o ‘mamangava’.

Vespa-caçadora

Conhecida como caçadoras de tarântulas, o veneno da vespa-caçadora é conhecido mundialmente por trazer uma dor intensa aquele infectado.

Felizmente, a toxina não é intensa, portanto não causa a morte de seres humanos. Mesmo assim, a dor é avaliada como o nível quatro no índice de Dor de Ferroadas de Schmidt, que é o nível mais alto de dor.

Como prevenir

É importante frisar que esses animais apenas atacam quando se sentem ameaçados. Portanto, para prevenir acidentes é necessário tomar alguns cuidados. Para isso, é preciso manter quintais limpos, evitar andar descalço em jardins, evitar colocar mãos em buracos. Bem como examinar calçados e roupas antes de vesti las.

Primeiros socorros

Independente de qual seja o animal, após ser picado, é preciso ser levado imediatamente ao hospital. Além disso, é de extrema importância identificar o animal peçonhento, para o médico saber qual o tratamento indicado.

O órgão afetado deve se manter erguido, isso porque ao andar, ou movimentá-lo, o veneno se espalhará mais rapidamente pelo corpo. Também não são indicados nenhum tipo de medicamento popular, como borra de café. Nem muito menos fazer a sucção do veneno.

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.