Ansiedade: O que é, sintomas e dicas simples de tratamento

No Brasil, 9,3% da população tem algum tipo de transtorno de ansiedade. A taxa é três vezes superior a média mundial e coloca o país como líder do ranking.

0

Embora pouca gente saiba, a ansiedade é uma emoção normal do ser humano, comum ao se enfrentar algum problema no trabalho, antes de uma prova ou diante de decisões difíceis do dia a dia.

Entretanto, a ansiedade excessiva, de modo que atrapalhe a qualidade de vida do indivíduo, pode se tornar uma doença, ou melhor, um distúrbio de ansiedade.

Essa ansiedade, na maioria das vezes está ligada com preocupação sobre algo que acontecerá ou que se receia que aconteça no futuro.

Infelizmente, no Brasil, esse transtorno é bastante comum. De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 9,3% dos brasileiros apresentam os sintomas da patologia.

Raramente essa preocupação nos leva a agir e resolver o problema. A inquietação se dá devido a cenários hipotéticos ou cenários catastróficos, o que se torna um sério problema, já que está relacionado diretamente ao aumento dos níveis de tensão, o que faz com que interfiram no seu dia-a-dia, tudo isso sem nenhum retorno positivo.

É preciso examinar e desafiar os seus medos e preocupações, para desenvolver um equilíbrio emocional. Afinal, a ansiedade quando não tratada, pode desencadear a depressão.

A ansiedade e seus transtornos podem interferir de forma negativa tanto mentalmente quanto fisicamente. Veja alguns desses sintomas:

Sintomas psicológicos da ansiedade

  • Constante tensão ou nervosismo;
  • Sensação de que algo ruim vai acontecer;
  • Problemas de concentração;
  • Medo constante;
  • Descontrole sobre os pensamentos, principalmente dificuldade em esquecer o objeto de tensão;
  • Preocupação exagerada em comparação com a realidade;
  • Problemas para dormir;
  • Irritabilidade;
  • Agitação dos braços e pernas.

Sintomas físicos da ansiedade

  • Dor ou aperto no peito e aumento das batidas do coração;
  • Respiração ofegante ou falta de ar;
  • Aumento do suor;
  • Tremores nas mãos ou outras partes do corpo;
  • Sensação de fraqueza ou cansaço;
  • Boca seca;
  • Mãos e pés frios ou suados;
  • Náusea;
  • Tensão muscular
  • Dor de barriga ou diarreia.

Ataques de pânico

  • Sensação de nervosismo e pânico incontroláveis;
  • Sensação de morte;
  • Aumento da respiração;
  • Aumento da frequência cardíaca;
  • Tonturas e vertigens;
  • Problemas gastrointestinais.

Dicas simples de tratar a ansiedade

1. Pratique atividades físicas
2. Reduza seu estresse diário
3. Experimente controlar a respiração
4. Evite pensamentos negativos
5. Invista em alimentos com triptofano
6. Tome um chá
7. Mantenha foco de atenção no presente
8. Seja mais organizado
9. Esteja com quem você ama
10. Dedique tempo para se cuidar
11.Fortaleça o autoconhecimento
12.Confie mais em si mesmo
13.Cuide dos pensamentos para sorrir mais

Além dessas dicas básicas, é fundamental procurar ajuda médica, seja em clínico geral, psiquiatra ou psicólogo.

A partir do momento em que o distúrbio de ansiedade produz algum tipo de desprazer ou sofrimento, interferindo negativamente na qualidade de vida é a hora de procurar ajuda especializada.

Você também pode se interessar: Dicas Inusitadas de Aliviar o Estresse

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.