Confira a forma correta de imobilizar seu gato sem machucá-lo

Aprenda como imobilizar um gato da forma correta e evite machucar ou traumatizar o seu amigo de quatro patas.

Muitas pessoas acham que segurar no pescoço de um gato é a forma correta para imobilizá-lo, mas esse ato pode ser muito traumático para o felino. Esse ato é frequente também pelos veterinários, mas muitos podem afirmar que não é a melhor maneira de executá-lo. Acompanhe a leitura para saber como imobilizar um gato da forma correta!

Por que é errado segurar pelo pescoço?

Primeiramente, vários profissionais da área sempre dizem que a melhor forma de segurar um gato é pelo pescoço. Mas muitos felinos quando ficam nessa posição acabam tendo outras reações.

O ato de imobilizar o gato pelo pescoço pode causar 3 pontos prejudiciais para o animal;

  • Dores na região;
  • Medo e ansiedade;
  • Traumas.

A parte do pescoço do gato é muito sensível e se segurado de forma errada pode acabar machucando.

Assim também, como o ato de segurar acaba puxando boa parte de sua pele, deixando seus olhos esticados causando incômodo.

O medo e a ansiedade são pontos que acabam deixando o gato ficar agressivo para tentar se livrar do modo de ser segurado, podendo se machucar ou o outros ao seu redor.

A maneira errônea de imobilizar pode trazer consequências para seu comportamento com os tutores ou até mesmo outros animais, devido ao trauma.

Qual é a maneira certa?

Sabendo que não é adequado e nem indicado tentar imobilizar o gato pelo pescoço. Contudo, ainda há grandes dúvidas sobre a forma correta de realizar isso.

Mas você pode tornar a situação menos traumática com a ajuda desses 3 pontos:

  • Toalhas ou cobertores;
  • Motivação;
  • Feromônios e musicoterapia.

Com o auxílio de uma toalha poderá enrolar o gato de forma bem acalentadora e deixando o mais confortável possível sem acarretar possíveis traumas.

Uso de alimentos ou petisco que o animal goste pode deixar mais calmo e relaxado, fazendo ser mais fácil para ser manuseado.

Para acalmar o gato em momentos como cortar a unha, ida ao veterinário e outras ações que podem ser estressantes, o uso do feromônio é uma ótima opção.

Estudos apontam que o uso dos feromônios em felinos tem ótimos resultados, diminuindo a ansiedade, medo e o estresse animal.

Gostou desse post e quer saber mais, então confira: Conheça os melhores lugares para acariciar o seu pet

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More