Avaliação do Ensino Fundamental passa a exigir Ciências Humanas e da Natureza

Nova cobrança para alunos concluintes do 9º ano faz parte das mudanças ministradas no Sistema de Avaliação da Educação Básica, o Saeb.

0

O ministro da Educação, Rossieli Soares, anunciou a reestruturação do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) na manhã desta quinta-feira (28). Entre as novas exigências, está a inserção da disciplina de Ciências Humanas e da Natureza na avaliação de alunos que concluírem o Ensino Fundamental. A medida começa a valer em 2019.

Até então, os estudantes chegam ao final do 9º ano e testam seus conhecimentos em Língua Portuguesa e Matemática, na chamada Prova Brasil. Nela, são respondidas questões de leitura e resolução de problemas. O objetivo é avaliar a educação básica brasileira, subsidiando o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

O subsídio é dado ao aliar o desempenho dos alunos às taxas de aprovação. No ano passado, a Prova Brasil foi aplicada em 5.570 municípios contemplando 6.569.728 alunos matriculados em 73.684 escolas. A edição contemplou alunos das redes particular e pública de ensino, porém, na primeira, através de alunos do ensino médio.

Porém, o exame, assim como a Avaliação Nacional de Alfabetização (Ana), será substituída pela única denominação de Saeb. A Ana, até então, aplicada a alunos do 3º ano, será adiantada em uma série, ou seja, ministrada para estudantes do 2º ano. Isso foi necessário devido a mudança da meta de alfabetização da Base Nacional Comum Curricular.

A partir do ano passado, a meta mudou dos oito para os sete anos, idade na qual os alunos devem estar matriculados no 2º ano do ensino fundamental. A Ana, por sua vez, mede desempenho nos critérios de escrita, leitura e matemática. Em tempo, o resultado apresentado na última edição do exame foi preocupante.

Divulgado em outubro de 2017, a Ana apontou que 55% dos alunos com idade de oito anos matriculados na rede pública de ensino apresentam insuficiência nos quesitos de leitura e matemática. Pontos principais foram reconhecimento de figuras geométricas, valor monetário de cédulas, contagem de objetos e leitura de palavras com mais de uma sílaba.

Avaliação da Educação Infantil

Com as mudanças do Saeb, a educação infantil, também, será avaliada. Nela, a medida de desempenho será feita por questionários aplicados a gestores e professores, bem como coleta de dados quanto ao fluxo escolar, infraestrutura e formação de professores no Censo Escolar. Desse modo, nenhuma prova será aplicada às crianças.

O Ministério da Educação (MEC) esclarece que as avaliações serão aplicadas nos anos ímpares com divulgação de resultados nos pares. O intuito é abranger toda a Educação Básica permitindo que os indicadores divulgados complementem os que foram elaborados a partir do Censo Escolar.
Rossieli Soares, ministro da Educação, afirma que as mudanças no Saeb eram necessárias pelo fato de que suas matrizes estavam desatualizadas desde sua última revisão, realizada em 2001.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.