Alface vermelha: Confira os principais benefícios desse vegetal

A alface vermelha é conhecida assim devido à sua coloração típica das folhas e pode contribuir para manter a saúde do organismo.

A lactuca sativa, ou como é mais conhecida, a alface de folha vermelha, é uma planta folhosa da família das margaridas. Ela normalmente é muito assimilada com a alface romana que, com exceção das pontas, apresentam um tom avermelhado ou azulado. Este vegetal não só adiciona um toque de cor à sua salada ou sanduíche, mas também tem uma longa lista de vantagens para a saúde.

Leia mais: Veja 5 Formas Bem Eficazes De Cortar O Açúcar Da Alimentação

Descubra os benefícios da alface vermelha

1. Hidratação

Manter a hidratação adequada é fundamental para a saúde geral. Enquanto a água potável desempenha um papel importante em manter seu corpo hidratado, comer alimentos com alto teor de água, como a alface de folha vermelha, também pode ajudar. Isso porque ela é composta por 96% de água, tornando-a extremamente importante para repor a hidratação do corpo.

2. Antioxidante

A alface de folha vermelha contém uma série de antioxidantes que protegem seu corpo dos danos causados por moléculas instáveis, conhecidas como radicais livres. Tê-las em seu corpo pode aumentar suas chances de contrair certas doenças.

A face vermelha da folha é particularmente rica em betacaroteno antioxidante, um pigmento de caroteno que o corpo converte em vitamina A. Obter betacaroteno suficiente pode melhorar sua visão e diminuir o risco de degeneração macular, o que pode levar à perda de visão.

3. Saúde cardiovascular

Em geral, uma dieta rica em frutas e verduras pode reduzir o risco de doenças cardiovasculares. Apesar de nenhum estudo ter testado diretamente os efeitos da alface vermelha na saúde do coração, esta planta possui uma variedade de propriedades que promovem a saúde do coração. O potássio e o magnésio presentes no vegetal, por exemplo, mantém um batimento cardíaco saudável e permitem que as células musculares do coração relaxem.

Além disso, as deficiências desses minerais têm sido associadas a uma variedade de problemas cardíacos, incluindo pressão alta, insuficiência cardíaca e doença cardíaca coronária.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More