Saiba quais são as doenças psiquiátricas que o INSS oferece cobertura de pagamento

Beneficiários com tais condições podem solicitar o auxílio-doença, aposentadoria por invalidez ou BPC, dependendo do caso.

Embora muitas pessoas não tenham conhecimento, em casos de transtornos psiquiátricos e doenças mentais, o INSS oferece auxílio financeiro para cobrir os custos do tratamento. Portanto, acompanhe a leitura e saiba quais doenças psiquiátricas dão direito a auxílio do INSS.

Leia mais: Confira Os Benefícios Que Serão Pagos Com Juros E Correção Monetária Pelo INSS

Quais as doenças psiquiátricas que o INSS cobre?

Veja a lista dos principais transtornos mentais que o INSS oferece garantia do benefício:

  • transtornos esquizoafetivos;
  • transtornos depressivos;
  • transtorno do espectro autista;
  • transtornos devido ao uso de álcool;
  • transtorno bipolar;
  • transtornos de ansiedade, incluindo síndrome do pânico, fobias etc.;
  • transtornos obsessivos compulsivos.

Entenda a diferença dos tipos de auxílio para cada caso

Para receber o benefício por doenças psiquiátricas, o indivíduo deverá atender aos critérios de algum dos três tipos de auxílios diferentes que oferecem tal cobertura. No primeiro caso, para receber o auxílio-doença, o segurado deverá apresentar no órgão competente um atestado de incapacidade de trabalho por pelo menos 15 dias consecutivos. Além disso, é preciso confirmar se está na qualidade de segurado e ainda possuir no mínimo 12 contribuições.

No segundo caso, para a aposentadoria por invalidez, os segurados devem comprovar que não possuem mais nenhuma capacidade para o exercício de outra atividade. Nesse sentido, ele deve comprovar sua incapacidade permanente ou de insusceptível reabilitação. Além disso, também deve garantir estar na qualidade de segurado e ter 12 contribuições mínimas.

Por fim, para as pessoas com transtornos mentais ou então de baixa renda, o Benefício de Prestação Continuada (BPC) pode ser solicitado, desde que sejam feitas as devidas comprovações médicas ou financeiras.

Com isso, ainda vale ressaltar que todas essas comprovações documentais do estado do segurado solicitante do auxílio devem passar pela avaliação de um médico próprio do INSS. Dessa forma, só após receber o laudo médico o processo poderá continuar sem problemas.

Saiba como agendar perícia médica

Para agendar a perícia médica, você vai precisar entrar no aplicativo Meu INSS, clicar em “Agendar perícia” e depois em “Novo requerimento”. Assim, basta escolher “Perícia inicial”, caso seja a primeira vez ou “Perícia de prorrogação”. Por fim, é só seguir as instruções e adicionar os dados pessoais para concluir o pedido.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More