Conta do WhatsApp será bloqueada para quem não aceitar os termos?

Aplicativo de mensagens havia penalizado usuários que não aderiram à sua política de privacidade; veja o que mudou de agora em diante.

O WhatsApp havia anunciado que o usuários que não aceitassem sua mais recente política de privacidade teriam a conta bloqueada. Porém, ao que tudo indica, o mensageiro não aplicará essa punição, deixando de exigir a obrigatoriedade na adesão dos termos.

Veja também: WhatsApp para desktop começa ser a ser utilizado pelos usuários

Sendo assim, aqueles que não estiverem de acordo com os “Termos de Serviço” do WhatsApp permanecerão ativos na plataforma, com o acesso a todas as funcionalidades oferecidas pela ferramenta, sem limitações na sua utilização. Outra novidade é que as demais penalidades para quem recusou as condições do aplicativo anteriormente também já foram retiradas.

Penalidades para perfis empresariais

Apesar de liberar o uso do aplicativo para quem não aceitar os termos da empresa, o site WABetaInfo informou que a recusa pode impactar negativamente usuários com perfis empresariais.

Isso porque muitas contas profissionais que utilizam provedores de nuvem do Facebook não receberão mais mensagens dos demais usuários/clientes. O caso pode comprometer, por exemplo, o atendimento de contas de perfis que usam o WhatsApp como Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC).

Dado este motivo, o mensageiro, apesar de retirar as suspensões, pede que todos os usuários aceitem a atualização, sobretudo quando decidirem utilizar as funcionalidades opcionais. Uma delas permite que o usuário se comunique com uma empresa que esteja recebendo suporte do Facebook.

Por enquanto, o WhatsApp ainda não se pronunciou de forma definitiva sobre as restrições voltadas para os perfis de empresas. Sendo assim, é necessário aguardar as próximas decisões da empresa relacionadas ao caso.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More