10 Brincadeiras para desenvolver a coordenação motora fina

A coordenação motora fina pode ser desenvolvida por meio de brincadeiras que envolvem as mãos.

A coordenação motora é a capacidade que o corpo tem de realizar um movimento, como pular, puxar, girar. Há também atividades que pedem maior habilidade, como escrever, desenhar e bordar.

Para realizar essas ações, envolve-se o sistema esquelético, sensorial e muscular. Sendo assim, por meio da ativação desses sistemas, a coordenação motora torna-se mais precisa e equilibrada.

Para crianças, o desenvolvimento da coordenação motora é muito importante. Além de aprender a coordenação motora grossa, como andar, pular, chutar e subir escadas, também é essencial aprender a coordenação motora fina. Esta, por sua vez, pode ser ativada com músculos menores, como os das mãos e dos pés. Algumas atividades são pintar, apertar e manusear pequenos objetivos.

Confira algumas brincadeiras para desenvolver a coordenação motora fina.

Massinha de modelar

Como fazer massinha
Brincadeiras para desenvolver a coordenação motora fina – Massinha de modelar

Além de desenvolver a criatividade e atenção, a  massinha de modelar também promove a coordenação motora, visto que as crianças são incentivadas a apertar, puxar, cortar e modelar a massinha.

Pintura

Diversos tipos de pintura podem desenvolver habilidades variadas. Por exemplo, pintar com os dedos incentiva o sistema sensorial e a coordenação, já a pintura com pincel desenvolve maior controle das mãos.

Corrida de arroz

Arroz cru
Brincadeiras para desenvolver a coordenação motora fina – Corrida de arroz

O movimento utilizado nessa brincadeira é o de pinça. Desafie a criança a pegar um grão de arroz por vez e depositá-lo num prato o mais rápido possível. Caso seja apropriado, faça desse desafio uma competição, com um adulto ou os colegas.

A corrida também pode ser feita com pinças de plástico. Em todo caso, é necessário a presença de um responsável para evitar acidentes.

Corrida de água

O objetivo dessa brincadeira é o mesmo da corrida de arroz, porém, o material a ser transferido é água de um copo de plástico para outro por meio de uma seringa sem agulha.

Pegue dois copos, um vazio e outro cheio de água. Então, com a seringa, colete a água do copo cheio e deposite o líquido no copo vazio. Esse movimento deve continuar até a maior parte da água ser transferida.

Jardinagem

Jardinagem infantil
Brincadeiras para desenvolver a coordenação motora fina – Jardinagem

Além de ensinar sobre biologia e promover o contato com a natureza, a jardinagem também ativa os músculos das mãos. Dessa forma, com a ajuda de um adulto, a criança precisa ter atenção e habilidade para transferir uma muda para um vaso, para aguar as plantas e para cavar buracos.

Outra maneira simples de praticar a jardinagem é por meio do plantio de uma semente em um vaso. Faça um pequeno buraco em um vaso de planta com terra e deposite uma semente de acordo com as instruções da espécie. Em seguida, regue a terra, também seguindo as necessidades da semente escolhida.

Bijuteria de macarrão

A confecção de colares ou pulseiras de macarrão trabalha diversos músculos das mãos, uma vez que demanda movimentos como pinçar, puxar e amarrar. Para brincar, distribua pedaços de barbante de cerca de 30 centímetros para colares e 15 centímetros para pulseiras.

Em potes, disponibilize diversos tipos de macarrão cru, desde que tenham buracos para passar o fio de barbante. Então, deixe que as crianças criem suas bijuterias. Esse artesanato demanda a ajuda de um adulto, visto que oferece risco se não houver supervisão.

Recortes de papelão

Recorte de papelão
Brincadeiras para desenvolver a coordenação motora fina – Recortes de papelão

Uma brincadeira simples e que demanda a ativação dos músculos das mãos é passar um fio de barbante em volta de um papelão, que são os únicos materiais necessários.

Desse modo, recorte o papelão no formato desejado, como um círculo, quadrado, triângulo ou coração, tendo o meio vazado. O objetivo das crianças é passar o barbante circundando o recorte até que ele fique coberto.

Organização de pedrinhas

Selecione uma variedade de pedrinhas com formatos, texturas e cores diferentes e coloque-as em uma bacia. Inicialmente, deixe que as crianças observem e sintam as pedras sem interferência. Em seguida, converse sobre as diferenças e similaridades dos materiais.

Naturalmente, a vontade de separar as pedrinhas pode surgir, porém, caso não, ofereça outras bacias e comece a separação. Por conter objetos pequenos, essa atividade necessita da supervisão de um adulto.

Castelos de areia

Brincadeira com areia
Brincadeiras para desenvolver a coordenação motora fina – Castelos de areia

A areia é um material de fácil acesso e muito divertido para crianças. Em uma bacia, coloque-a com materiais como pá e copos de plástico. Então, incentive os participantes a sentir a areia e manipulá-la. Além disso, peça que usem as pás e copos para fazer construções da areia.

Para auxiliar caso a areia entre nos olhos e para evitar a ingestão, é necessário um adulto presente.

Pintura de aquarela

Um movimento importante para fortalecer é o de apertar. Assim, uma brincadeira ideal é a de encher garrafinhas de plástico com tinta diluída em água e fazer pinturas de aquarela. Um adulto deve cortar pequenos furos nas tampas das garrafas e posicionar um papel verticalmente.

Com a tela de papel posicionada, a criança aperta a garrafa de modo que molhe o papel, formando uma linda pintura abstrata.

Leia também:

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More