Criança de 8 anos fatura US$ 22 milhões e torna-se youtuber mais bem pago

O youtuber que mais lucrou com o site de vídeos em 2018 tem apenas 8 anos de idade.

0

Ryan, do canal Ryan ToysReview, está no primeiro lugar da lista anual da Forbes, sendo o youtuber que mais lucrou no ano de 2018. A criança ganhou US$ 22 milhões com seus vídeos que apresentam novidades na área de brinquedos. Ryan possui mais de 17 milhões de seguidores, com a maioria dos vídeos recebendo mais de um milhão de visualizações.

Desde que o canal foi iniciado em março de 2015 pelos pais de Ryan, a criança já recebeu mais de 26 bilhões de visualizações. É a primeira vez que Ryan lidera a lista. Ao fazê-lo, ele usurpou o principal ganhador do ano passado, o ator e vlogger Jake Paul, que arrecadou US$ 21,5 milhões de junho de 2017 a junho de 2018.

Ryan e Paul se juntam ao blogueiro de beleza Jeffree Star e à equipe de cinco homens da Dude Perfect, que ficaram famosos com seus vídeos extravagantes.

O irmão mais velho de Paul, Logan Paul, completou a lista dos 10 melhores, apesar de ter sido expulso do programa Google Preferred do YouTube em janeiro de 2018 por filmar e, posteriormente, fazer upload do que parecia ser uma vítima suicida pendurada em uma árvore no Japão.

Enquanto os YouTubers ganham parcelas significativas de seu dinheiro com publicidade antes de vídeos e postagens patrocinadas, todos os dez indivíduos que lideraram a lista da Forbes têm uma coisa em comum: cada um complementa sua renda de vlogging com ofertas de merchandising.

Ryan, no entanto, é uma exceção. Ele têm uma linha de brinquedos e roupas intitulada ‘Ryan’s World’ nas lojas Walmart, sendo que os ganhos do acordo não foram contabilizados no total de ganhos de 2018. Isso significa que os ganhos de Ryan devem aumentar dramaticamente em 2019.

Ryan em divulgação de sua linha de roupas
Ryan em divulgação de sua linha de roupas

Além disso, a Forbes diz que quase US$ 1 milhão dos ganhos de Ryan vêm de publicidade pré-vlog. Postagens patrocinadas não são tão lucrativas para o canal de Ryan, já que a maioria dos espectadores também são crianças. Os pais de Ryan também relutam em aceitar muitos acordos, diz a Forbes.

Aproximadamente 15% do dinheiro de Ryan é colocado em uma conta que ele poderá acessar quando for um adulto legal. O resto do dinheiro vai para os custos de produção e compra dos brinquedos que Ryan revisa para o canal.

Enquanto Ryan é muito jovem para se preocupar com a vida depois do YouTube, as estrelas restantes na lista estão na faixa de 20 a 30 anos.

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.