Cromo

Vários compostos de cromo, como óxido de cromo e cromato de chumbo, são coloridos e usados ​​em tintas e pigmentos.

0

O cromo (símbolo químico Cr, número atômico 24) é um metal duro, brilhante, de coloração aço-cinza, que não mancha. É, portanto, usado em ligas, como aço inoxidável e cromado. O corpo humano precisa de traços de cromo trivalente para o metabolismo do açúcar, mas o cromo hexavalente é muito tóxico.

Cromo - Tabela Periódica

Para que serve?

Vários compostos de cromo, como óxido de cromo e cromato de chumbo, são brilhantemente coloridos e usados ​​em tintas e pigmentos. A cor vermelha dos rubis deriva da presença do cromo.

Alguns compostos, particularmente o dicromato de potássio e sódio, são agentes oxidantes úteis para a oxidação de compostos orgânicos e (aliados com ácido sulfúrico) para limpeza de material de vidro de laboratório. Além disso, o óxido de cromo é usado na fabricação de fitas de áudio de alto desempenho.

História

Em 1761, Johann Gottlob Lehmann encontrou um mineral vermelho alaranjado nos Montes Urais e o chamou de “chumbo vermelho siberiano”. Embora identificado erroneamente, o material era, na verdade, cromato de chumbo e agora é conhecido como o mineral Crocoíta.

Em 1770, Peter Simon Pallas visitou o mesmo local que Lehmann e encontrou o “chumbo” vermelho que tinha propriedades muito úteis, como pigmento em tintas. O uso de chumbo vermelho siberiano como pigmento de tinta se desenvolveu rapidamente. Além disso, um amarelo brilhante feito de Crocoíta tornou-se uma cor da moda.

Em 1797, Nicolas-Louis Vauquelin recebeu amostras de minério de Crocoíta. Ao misturar com ácido clorídrico , ele foi capaz de produzir óxido de cromo e em 1798, Vauquelin descobriu que ele poderia isolar o cromo metálico aquecendo o óxido em um forno à carvão. Ele também foi capaz de detectar traços de cromo em pedras preciosas, como rubi e esmeralda.

Durante o século XIX, o cromo era usado principalmente como componente de tintas e sais de bronzeamento. Agora seu uso primário é para ligas metálicas, representando 85% do uso de cromo. O restante é usado na indústria química e nas indústrias de refratários e fundição.

O cromo foi nomeado em homenagem a palavra grega “croma”, que significa ‘cor’, por causa dos muitos compostos coloridos feitos a partir dele.

Características

O cromo é um metal de transição no período quatro da tabela periódica, situado entre o vanádio e o manganês. É colocado no grupo seis (antigo grupo 6B). Ela derrete a uma temperatura de 1.907 °C. Na presença de oxigênio, o cromo produz rapidamente uma fina camada de óxido que protege o metal de uma reação posterior com o oxigênio.

Como um elemento de transição, o cromo combina com o oxigênio e outros elementos em várias proporções diferentes. Assim, forma compostos nos quais possui uma variedade de estados de oxidação. Seus estados de oxidação comuns são +2, +3 e +6, com +3 sendo o mais estável. Além disso, os estados +1, +4 e +5 foram observados em casos raros. Os compostos de cromo do estado de oxidação +6 são oxidantes poderosos.

Dados

Massa atômica – 51,9961(6) u
Configuração eletrônica – [Ar] 3d5 4s1
Elétrons – 2, 8, 13, 1
Estado da matéria – Sólido
Ponto de fusão – 2180 K
Ponto de ebulição – 2944 K
Entalpia de fusão – 21 kJ/mol
Entalpia de vaporização – 339,5 kJ/mol

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.